em 


Opções Avançadas

Vida & Obra

 

Livros do Autor



O PRIMEIRO TERÇO

Neal Cassady
Tradução de Mauro Sá Rego Costa

Coleção L&PM E-books
Formato ePub
248 páginas
ISBN 978.85.254.3586-6

R$ 21,90



O PRIMEIRO TERÇO

Neal Cassady
Tradução de Mauro Sá Rego Costa

Coleção L&PM Pocket
Ref. 168
248 páginas
ISBN 978.85.254.0989-8
Também em e-book

R$ 18,90

Neal Cassady

Neal Cassady nasceu em Salt Lake City, em 8 de fevereiro de 1926. Cresceu em Denver, Colorado. Filho de um pai alcoólatra, não tinha moradia fixa. Ainda na adolescência, envolveu-se com roubo de carros e foi parar em reformatórios, onde iniciou-se na literatura.
Ele conheceu Jack Kerouac por meio de Hal Chase, um amigo que havia se mudado de Denver para estudar na Columbia University. Em 1947, quando Neal e sua mulher Luanne foram a Nova York visitar Hal, Kerouac já tinha ouvido falar de Neal e eles logo ficaram amigos. Jack se impressionou com a energia de Neal, com seu encanto sobre as mulheres e sua espontaneidade e vontade de viver. Assim como Allen Ginsberg, que se apaixonou por Neal, e eles logo se tornam amantes, em um relacionamento complicado que, entre idas e vindas, durou aproximadamente 20 anos. Cassady foi embora de Nova York em março de 1947, acompanhando Jack Kerouac em sua viagem “on the road”. Cassady provou ser o catalisador do Movimento Beat ao se tornar personagem de vários livros de Kerouac. Também foi mencionado por Ginsberg no poema Howl e em Hell's Angels, de Hunter S. Thompson.

Em 1948, Neal se divorciou de Luanne e se casou com Carolyn Robinson, com quem teve três filhos: Joan Allen (nome escolhido por Kerouac e Ginsberg), Cathy e Jamie. Eles moravam em Monte Sereno, um rancho ao sul de São Francisco, na Califórnia. Em 1958, foi condenado a dois anos de prisão por oferecer maconha a um policial em uma boate. Em 1960, ao retomar a liberdade, Carolyn pediu o divórcio.

Na primeira metade da década de 60, Neal se juntou a Ken Kesey, um escritor que estava realizando experimentações com LSD e testando os limites da sociedade junto a um grupo de amigos conhecidos como The Merry Pranksters. Em 1967, Cassady viajou para o México com amigos e morou numa casa situada à beira da praia, palco para dias e noites regados a LSD. Neal Cassady morreu em 1968, em decorrência de uma mistura fatal de drogas e álcool, logo após sair de uma festa de casamento.

Obra:

Selected Works in Genesis West (Gordon Lish, 1965)
The First Third (City Lights, 1971), publicado na Coleção L&PM Pocket como O primeiro terço
Grace Beats Karma: Letters from Prison (Blast, 1993)
Neal Cassady: Collected Letters (Penguin, 2004)

Vídeos Relacionados

Opinião do Leitor

"Há uma sensível e significativa diferença entre as pessoas que entram para a história por causa de sua real inteligência, irreverência, talento e aqueles que tentam forjar, falsificar um diferencia, cujo comportamento, por mais que tentem, não soa nenhum um pouco espontâneo. Pelos vídeos deste Cassady podemos observar o seu esforço para se tornar único a qualquer custo, executando danças e maluquices artificialmente. Seu grande mérito foi o fato de existir pessoas que se simpatizaram com esta farsa e o elevaram ao status de modelo inspirador da contracultura."

paulo
divinópolis-mg

voltar ir para o topo   imprimir página
 

Home    Quem Somos    Notícias    Mapa do Site    Fale Conosco    Podcast L&PM

Rua Comendador Coruja, 314 - Fone: (51) 3225.5777 - Fax: (51) 3221.5380 - Porto Alegre/RS - CEP 90220-180
Alameda Santos, 1470, cj 310 - Cerqueira César - Fone: (11) 3578.6606 - São Paulo/SP - CEP 01418-903

© 2003-2018 Publibook Livros e Papeis Ltda. - CNPJ 87.932.463/0001-70 - Powered by CIS Manager   Desenvolvido por Construtiva