Coleção L&PM Pocket


MEMÓRIAS DA EMÍLIA

Monteiro Lobato

Tradução de

R$22,90

Memórias imaginadas

“– Emília! – exclamou Dona Benta. – Você quer nos tapear. Em memórias a gente só conta a verdade, o que houve, o que se passou. Você nunca esteve em Hollywood [...]. Como então se põe a inventar tudo isso?

– Minhas Memórias – explicou Emília – são diferentes de todas as outras. Eu conto o que houve e o que devia haver.

– Então é romance, é fantasia…

– São memórias fantásticas. Quer ler um pedacinho?”

Neste livro curioso e cheio de travessuras, Emília escreve suas memórias – com uma ajudinha do Visconde de Sabugosa. Me­mórias como nunca se viu, em que ela conta não só sua vida, mas sobretudo suas aventuras no Sítio do Picapau Amarelo – as vividas e, principalmente, as imaginadas. Esta história, de 1936, Monteiro Lobato dedica à sua genial criação: a marota Emília, a boneca mais célebre da literatura do mundo todo, de todos os tempos.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    MEMÓRIAS DA EMÍLIA

  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Literatura infantojuvenil
  • Série:
    Monteiro Lobato
  • Referência:
    1305
  • Cód.Barras:
    9788525438171
  • ISBN:
    978.85.254.3817-1
  • Páginas:
    176
  • Edição:
    janeiro de 2019

Vida & Obra

Monteiro Lobato

Monteiro Lobato nasceu em Taubaté (SP) em 18 de abril de 1882. Além de escritor, foi editor, tradutor e empresário. Seu maior sucesso foi a série de livros infantis que formam "O Sítio do Pica Pau Amarelo". Como editor criou a Editora Monteiro Lobato e, mais tarde, a Companhia Editora Nacional. Situa-se entre os autores do Pré-Modernismo, período que precedeu a Semana de Arte Moderna.

Foi alfabetizado...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Memórias imaginadas

“– Emília! – exclamou Dona Benta. – Você quer nos tapear. Em memórias a gente só conta a verdade, o que houve, o que se passou. Você nunca esteve em Hollywood [...]. Como então se põe a inventar tudo isso?

– Minhas Memórias – explicou Emília – são diferentes de todas as outras. Eu conto o que houve e o que devia haver.

– Então é romance, é fantasia…

– São memórias fantásticas. Quer ler um pedacinho?”

Neste livro curioso e cheio de travessuras, Emília escreve suas memórias – com uma ajudinha do Visconde de Sabugosa. Me­mórias como nunca se viu, em que ela conta não só sua vida, mas sobretudo suas aventuras no Sítio do Picapau Amarelo – as vividas e, principalmente, as imaginadas. Esta história, de 1936, Monteiro Lobato dedica à sua genial criação: a marota Emília, a boneca mais célebre da literatura do mundo todo, de todos os tempos.

" />