Coleção L&PM E-books


POR QUE EU SOU TÃO SÁBIO - Friedrich Nietzsche

POR QUE EU SOU TÃO SÁBIO

ECCE HOMO. WIE MAN WIRD, WAS MAN IST

Friedrich Nietzsche

Tradução de Marcelo Backes

A sabedoria no limiar da insanidade

Escrito já na fronteira entre a sanidade e o colapso mental, Ecce homo é um dos livros mais controversos do filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900). Nele, o pensador legou aos leitores tanto uma autobiografia intelectual quanto uma defesa contra as deturpações que, segundo ele, suas deias sofreriam nas mãos dos críticos. De tal obra célebre foi extraído este texto, Por que sou tão sábio. Diferentemente do que o título sugere, trata-se menos de uma ode ao egocentrismo do que de uma análise altamente irônica acerca da própria história do autor, bem como um apanhado das influências – tanto artísticas quanto existenciais – que o ajudaram a moldar sua singular obra.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    POR QUE EU SOU TÃO SÁBIO

  • Título Original:
    ECCE HOMO. WIE MAN WIRD, WAS MAN IST
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Filosofia
    Biografias Literatura estrangeira
  • Série:
    Coleção 96 Páginas
  • eISBN:
    978.85.254.3524-8

Vida & Obra

Friedrich Nietzsche

Friedrich Wilhelm Nietzsche (1844-1900) nasceu em Röcken, na Saxônia, filho de uma família de pastores protestantes. Seu pai e seus dois avôs eram pastores. Aos dez anos já fazia suas primeiras composições musicais e aos quatorze tornou-se professor numa Escola Rural em Pforta. Nessa época fez seu primeiro exercício autobiográfico, sinalizando a vinda do Ecce homo, trinta anos depois. “Da minha vida” é o título da obra de um autor que, em rala idade, já se sabia de...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


A sabedoria no limiar da insanidade

Escrito já na fronteira entre a sanidade e o colapso mental, Ecce homo é um dos livros mais controversos do filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900). Nele, o pensador legou aos leitores tanto uma autobiografia intelectual quanto uma defesa contra as deturpações que, segundo ele, suas deias sofreriam nas mãos dos críticos. De tal obra célebre foi extraído este texto, Por que sou tão sábio. Diferentemente do que o título sugere, trata-se menos de uma ode ao egocentrismo do que de uma análise altamente irônica acerca da própria história do autor, bem como um apanhado das influências – tanto artísticas quanto existenciais – que o ajudaram a moldar sua singular obra.

" />