Coleção L&PM E-books


MISCELÂNEA SEPTUAGENÁRIA: CONTOS E POEMAS - Charles Bukowski

MISCELÂNEA SEPTUAGENÁRIA: CONTOS E POEMAS

SEPTUAGENARIAN STEW: STORIES & POEMS

Charles Bukowski

Tradução de Pedro Gonzaga

“nem tudo são garrafas ... há a arte”

Charles Bukowski é um daqueles autores cuja vida e obra às vezes e parecem e até se confundem. Tendo se tornado conhecido como escritor nas décadas de 1960 e 970 versando sobre temas como alcoolismo, autodestruição, a vida dos marginalizados, a falta de perspectiva, o ignóbil e o patético que permeiam a existência humana, a transitoriedade e tudo, não deixou de causar impacto quando, em 1990, ele chegou à idade e 70 anos – contrariando todas as expectativas.
Foi para comemorar tal marca que publicou, no mesmo ano, Septuagenarian Stew, com poemas e contos até então inéditos. Este volume é publicado agora no Brasil ela primeira vez, disponibilizando, assim, novo material do autor.
Além de seus temas perenes, abundam aqui textos sobre escrever, sobre a vida de escritor profissional, sobre o ato criativo. Em seu estilo direto, econômico, irônico, recheado com diálogos magistrais, Bukowski mais uma vez surpreende seus leitores: nem tudo são garrafas vazias, sexo sórdido, ausência de comunicação e desesperança: há a arte – e Bukowski o afirma com a sabedoria e o humor ferino característicos dos septuagenários.

Os Editores

Poemas e contos inéditos do Velho Buk

todas as pessoas solitárias, amargas e miseráveis que
se sentem menosprezadas, traídas pelas forças, elas
culpam a vida, as
circunstâncias, culpam os outros quando de fato
elas
são totalmente insossas, obedientes à sua falta de originnalidade,
covardes e plácidas, seguem se sentindo enganadas,
infestando a terra
com suas lamúrias, com seus ódios –
embotadas no centro de lugar nenhum, esses milhões
de erros
humanos, indo dia após dia e noite após noite através
de seus movimentos castrados,
acabam por ferir a própria terra, ferir todas as coisas,
este desperdício
o horror de todo esse
desperdício.

(“as massas”)

"Miscelânea septuagenária" reúne poemas e contos inéditos de Charles Bukowski – a grande arte do Velho Safado sobre a sordidez e o patético da vida.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    MISCELÂNEA SEPTUAGENÁRIA: CONTOS E POEMAS

  • Título Original:
    SEPTUAGENARIAN STEW: STORIES & POEMS
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Literatura moderna internacional
    Contos Ficção estrangeira
  • Série:
    Bukowski
  • eISBN:
    978.85.254.3192-9

Vida & Obra

Charles Bukowski

Nasceu em Andernach, na Alemanha, a 16 de agosto de 1920, filho de um soldado americano e de uma jovem alemã. Aos três anos de idade, foi levado aos Estados Unidos pelos pais. Criou-se em meio à pobreza de Los Angeles, cidade onde morou por cinqüenta anos, escrevendo e embriagando-se. Publicou seu primeiro conto em 1944, aos 24 anos de idade. Só aos 35 anos é que começou a publicar poesias. Foi internado diversas vezes com crises de ...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Charles Bukowski é um daqueles autores cuja vida e obra às vezes e parecem e até se confundem. Tendo se tornado conhecido como escritor nas décadas de 1960 e 970 versando sobre temas como alcoolismo, autodestruição, a vida dos marginalizados, a falta de perspectiva, o ignóbil e o patético que permeiam a existência humana, a transitoriedade e tudo, não deixou de causar impacto quando, em 1990, ele chegou à idade e 70 anos – contrariando todas as expectativas.
Foi para comemorar tal marca que publicou, no mesmo ano, Septuagenarian Stew, com poemas e contos até então inéditos. Este volume é publicado agora no Brasil ela primeira vez, disponibilizando, assim, novo material do autor.
Além de seus temas perenes, abundam aqui textos sobre escrever, sobre a vida de escritor profissional, sobre o ato criativo. Em seu estilo direto, econômico, irônico, recheado com diálogos magistrais, Bukowski mais uma vez surpreende seus leitores: nem tudo são garrafas vazias, sexo sórdido, ausência de comunicação e desesperança: há a arte – e Bukowski o afirma com a sabedoria e o humor ferino característicos dos septuagenários.

Os Editores

Poemas e contos inéditos do Velho Buk

todas as pessoas solitárias, amargas e miseráveis que
se sentem menosprezadas, traídas pelas forças, elas
culpam a vida, as
circunstâncias, culpam os outros quando de fato
elas
são totalmente insossas, obedientes à sua falta de originnalidade,
covardes e plácidas, seguem se sentindo enganadas,
infestando a terra
com suas lamúrias, com seus ódios –
embotadas no centro de lugar nenhum, esses milhões
de erros
humanos, indo dia após dia e noite após noite através
de seus movimentos castrados,
acabam por ferir a própria terra, ferir todas as coisas,
este desperdício
o horror de todo esse
desperdício.

(“as massas”)

"Miscelânea septuagenária" reúne poemas e contos inéditos de Charles Bukowski – a grande arte do Velho Safado sobre a sordidez e o patético da vida.
" />