Coleção L&PM Pocket


NOTAS DE UM VELHO SAFADO

Charles Bukowski

Tradução de Albino Poli Jr.

Em Notas de um velho safado, a América tem uma cara de 50 anos, corpo de 18 e desfila de calcinha rosa claro e salto alto na madrugada corrosiva de Los Angeles. A América é um sapatão furioso com uma garra metálica no lugar da mão esquerda e não quer saber de transar com o Velho Safado. A América é uma deusa milionária com a qual ele se casa e da qual amargamente se separa. A América é uma prostituta, 150 quilos, um metro e meio de altura, que peida, uiva e destroça a cama quando goza. A América é também estudantes e revolucionários proferindo discursos inflamados em parques ensolarados de São Francisco no final da década de 60. A América é Neal Cassady dirigindo alucinadamente pelas ruas de Los Angeles, pouco tempo antes de morrer de overdose sobre os trilhos de uma ferrovia mexicana. A América é Jack Kerouac e Bukowski poetando na Veneza californiana.

Notas de um velho safado forma um conjunto de histórias excepcionais saídas de uma vida violenta e depravada, horrível e santa. Não podemos lê-lo e seguir sendo os mesmos.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    NOTAS DE UM VELHO SAFADO

  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Literatura moderna internacional
  • Série:
    Bukowski
  • Referência:
    199
  • Cód.Barras:
    9788525409973
  • ISBN:
    978.85.254.0997-3
  • Páginas:
    272

Vida & Obra

Charles Bukowski

Nasceu em Andernach, na Alemanha, a 16 de agosto de 1920, filho de um soldado americano e de uma jovem alemã. Aos três anos de idade, foi levado aos Estados Unidos pelos pais. Criou-se em meio à pobreza de Los Angeles, cidade onde morou por cinqüenta anos, escrevendo e embriagando-se. Publicou seu primeiro conto em 1944, aos 24 anos de idade. Só aos 35 anos é que começou a publicar poesias. Foi internado diversas vezes com crises de ...

Ler mais

Opinião do Leitor

Thiago Pacheco / Salvador-Bahia

Uma obra prima do "velho safado". Com ótimos contos que explicam um pouco da vida do Buk. Um classico, ideal pra quem quer começar a ler um autor como poucos.

04/05/2009 10:25:55

Você também pode gostar