Coleção L&PM E-books


24 HORAS NA VIDA DE UMA MULHER

Stefan Zweig

Tradução de Lya Luft

"Stefan Zweig entende perfeitamente a vida que está descrevendo, com grandes sacadas analíticas."
Stephen Spender

Em um hotel em Monte Carlo, em meio a um grupo de ricos viajantes, o caso de uma respeitável mulher que abandonou o marido por um sedutor domina a discussão. Uma das senhoras presentes acaba fazendo uma confissão sobre as 24 horas mais importantes da sua vida: um dia ocorrido décadas atrás, em que ela conheceu e se apaixonou por um jovem que havia perdido tudo no jogo e que pensava em suicídio.

Sigmund Freud tinha predileção por 24 horas na vida de uma mulher, um dos textos mais difundidos de Stefan Zweig (1881-1942). Nesta novela, Zweig demonstra sua habilidade para mergulhar na existência alheia e aborda magistralmente temas que lhe eram caros e que permanecem atuais, como compulsão, obsessão e paixão.

Conheça mais sobre o autor em www.casastefanzweig.org

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    24 HORAS NA VIDA DE UMA MULHER

  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Literatura moderna internacional
  • eISBN:
    978.85.254.2915-5

Vida & Obra

Stefan Zweig

Cronologia

1881 – Stefan Zweig nasce em Viena no dia 28 de novembro, na rua Schottenring, número 14, segundo filho do fabricante de têxteis da Boêmia Moritz Zweig (1845-1926) e de Ida Zweig, nascida Brettauer (1854-1938).

1887-1892 – Escola primária na Werdertorgasse.

1892-1900 – Segundo grau no Maximiliangymnasium (mais tarde...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


"Stefan Zweig entende perfeitamente a vida que está descrevendo, com grandes sacadas analíticas."
Stephen Spender

Em um hotel em Monte Carlo, em meio a um grupo de ricos viajantes, o caso de uma respeitável mulher que abandonou o marido por um sedutor domina a discussão. Uma das senhoras presentes acaba fazendo uma confissão sobre as 24 horas mais importantes da sua vida: um dia ocorrido décadas atrás, em que ela conheceu e se apaixonou por um jovem que havia perdido tudo no jogo e que pensava em suicídio.

Sigmund Freud tinha predileção por 24 horas na vida de uma mulher, um dos textos mais difundidos de Stefan Zweig (1881-1942). Nesta novela, Zweig demonstra sua habilidade para mergulhar na existência alheia e aborda magistralmente temas que lhe eram caros e que permanecem atuais, como compulsão, obsessão e paixão.

Conheça mais sobre o autor em www.casastefanzweig.org

" />