Coleção L&PM Pocket


A GALINHA DEGOLADA / HEROÍSMOS

R$19,90

O uruguaio Horacio Quiroga (Salto, 1878 - Buenos Aires, 1937) é um dos grandes autores latino-americanos, ombreando-se com Jorge Luis Borges, Juan José Morosoli, Lugones, Juan Carlos Onetti e Bioy Casares, alguns dos maiores escritores (e especialmente contistas) formados entre Montevidéu e Buenos Aires. Estes e outros grandes autores souberam criar uma literatura muito particular, na qual a temática urbana e o enigma do pampa se fundem, estabelecendo um estilo e uma abordagem peculiares e distintos de uma narrativa latino-americana mais festejada e exótica. Horacio Quiroga foi escritor e diplomata, tendo vivido uma existência dramática marcada pela tragédia, como a morte violenta do pai, o suicídio do padrasto, da primeira esposa, dos três filhos e, posteriormente, dando fim à própria vida.

Os contos selecionados e traduzidos pelo escritor Sergio Faraco refletem este lado sombrio de Quiroga. São contos densos, na linha de Poe e Dostoiévski, que demonstram que a miséria humana pode gerar magnífica literatura. Foi acrescentada à coletânea de contos a série Heroísmos – biografias exemplares, publicada na imprensa portenha e composta de pequenos textos sobre grandes aventureiros, escritores e cientistas, que conta com uma apresentação do escritor uruguaio Pablo Rocca, contextualizando a publicação dos artigos. Ao final deste volume, Sergio Faraco apresenta a vida e a obra de Quiroga.

Contos:

"O travesseiro de penas"
"A galinha degolada"
"O solitário"
"O espector"
"O mel silvestre"
"A câmara escura"

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    A GALINHA DEGOLADA / HEROÍSMOS

  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Literatura moderna internacional
    Contos
  • Referência:
    286
  • Cód.Barras:
    9788525412201
  • ISBN:
    978.85.254.1220-1
  • Páginas:
    136
  • Medidas:
    10,7 X 17,8 cm
  • Edição:
    outubro de 2002

Vida & Obra

Horacio Quiroga

1878 – A 31 de dezembro, em Salto, no Uruguai, nasce Horacio Silvestre Quiroga Forteza, filho de Prudencio Quiroga e Juana Petrona Forteza.

1879/89 – Morre Prudencio Quiroga, vítima de um disparo acidental de sua própria arma (segundo alguns pesquisadores, o tiro não foi casual). Quiroga estuda em Salto, numa escola fundada por maçons.

1890/5 – Freqüenta o Instituto Po...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


"A galinha degolada"
"O solitário"
"O espector"
"O mel silvestre"
"A câmara escura"

" />