Outros Formatos


SEGUNDA CHANCE: A VIDA DEPOIS DA DOENÇA

Por que não falar em doença?

Há quem pense que não falar em assaltos contribui para não sermos assaltados. Outros simplesmente não pronunciam a palavra azar. Porém, doença é o maior assalto ao ser humano, e falar sobre ela e tentar aprender com a experiência de ou­tros é a melhor forma de prevenir, de evitar.

O que este livro fará por você?

Certamente, o ajudará a tomar cons­ciência de suas fragilidades e da for­ma de enfrentá-las. Você conhecerá histórias de superação que acompa­nhei ao longo de minha vida de médico. Mas, principalmente, você entenderá que sempre haverá uma segunda chance de viver bem após a doença.

Dr. Fernando Lucchese

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    SEGUNDA CHANCE: A VIDA DEPOIS DA DOENÇA

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Saúde
  • Cód.Barras:
    9788525439055
  • ISBN:
    978.85.254.3905-5
  • Páginas:
    144
  • Edição:
    outubro de 2019

Vida & Obra

Fernando Lucchese

O cardiologista e pesquisador nasceu em Farroupilha, em 26 de dezembro de 1947, filho de Giácomo Valentin Lucchese e Inês Lúcia Merlin Lucchese. Fernando Antonio Lucchese cursou o primário ainda em Farroupilha, mas depois se mudou para Caxias do Sul a fim de completar os estudos. Formou-se aos 22 anos pela Faculdade de Med...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Por que não falar em doença?

Há quem pense que não falar em assaltos contribui para não sermos assaltados. Outros simplesmente não pronunciam a palavra azar. Porém, doença é o maior assalto ao ser humano, e falar sobre ela e tentar aprender com a experiência de ou­tros é a melhor forma de prevenir, de evitar.

O que este livro fará por você?

Certamente, o ajudará a tomar cons­ciência de suas fragilidades e da for­ma de enfrentá-las. Você conhecerá histórias de superação que acompa­nhei ao longo de minha vida de médico. Mas, principalmente, você entenderá que sempre haverá uma segunda chance de viver bem após a doença.

Dr. Fernando Lucchese

" />