Outros Formatos


NOITE EM CLARO NOITE ADENTRO - Martha Medeiros

NOITE EM CLARO NOITE ADENTRO

A primeira incursão de Martha Medeiros na literatura foi com o livro de poesias Strip Tease, publicado em 1985. Ousada, direta, fresca, garantiu a admiração de Millôr Fernandes e Caio Fernando Abreu, e seguiram-se vários best-sellers. Cartas extraviadas e outros poemas foi lançado em 2001, e desde então a autora não publicou novos versos – nesse interlúdio de vinte anos, Martha se dedicou às crônicas e à narrativa em prosa. Agora, ela retorna à escrita poética, com as 51 composições deste volume.

E o retorno é grandioso. A rebeldia, a ousadia, a inconformidade estão lá, mas temperadas pela maturidade, pelas frustrações, pelo cansaço de quem já viu muita coisa na vida e não se abala por pouco. 

Faz parte deste volume a novela Noite em claro, publicada em 2012 mas pouco conhecida do público. Se por um lado não se trata de uma narrativa poética, por outro lado temos uma narradora-protagonista que se assemelha ao eu lírico da poesia: em uma noite de chuva, sozinha em casa, se despe de seus pudores e, falando francamente como poucas vezes fazemos, visita seus demônios e fantasias.

Um livro leve, delicioso, para matar a saudade da poeta e que fará o deleite dos fãs da autora.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    NOITE EM CLARO NOITE ADENTRO

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Literatura moderna brasileira
  • Cód.Barras:
    9786556662077
  • ISBN:
    978.65.566.6207-7

Vida & Obra

Martha Medeiros

Martha Medeiros nasceu em Porto Alegre em 20 de agosto de 1961 e é formada em Comunicação Social. Como poeta, publicou os seguintes livros: Strip Tease (Brasiliense, 1985), Meia-Noite e Um Quarto (L&PM, 1987) Persona Non Grata (L&PM, 1991), De Cara Lavada (L&PM, 1995), Poesia Reunida (L&PM, 1999) e Cartas Extraviadas e Outros Poemas (L&PM, 2001). Em maio de 1995 lançou seu primeiro livro de crônicas, Ge...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


A primeira incursão de Martha Medeiros na literatura foi com o livro de poesias Strip Tease, publicado em 1985. Ousada, direta, fresca, garantiu a admiração de Millôr Fernandes e Caio Fernando Abreu, e seguiram-se vários best-sellers. Cartas extraviadas e outros poemas foi lançado em 2001, e desde então a autora não publicou novos versos – nesse interlúdio de vinte anos, Martha se dedicou às crônicas e à narrativa em prosa. Agora, ela retorna à escrita poética, com as 51 composições deste volume.

E o retorno é grandioso. A rebeldia, a ousadia, a inconformidade estão lá, mas temperadas pela maturidade, pelas frustrações, pelo cansaço de quem já viu muita coisa na vida e não se abala por pouco. 

Faz parte deste volume a novela Noite em claro, publicada em 2012 mas pouco conhecida do público. Se por um lado não se trata de uma narrativa poética, por outro lado temos uma narradora-protagonista que se assemelha ao eu lírico da poesia: em uma noite de chuva, sozinha em casa, se despe de seus pudores e, falando francamente como poucas vezes fazemos, visita seus demônios e fantasias.

Um livro leve, delicioso, para matar a saudade da poeta e que fará o deleite dos fãs da autora.

" />