Outros Formatos


O HORIZONTE: CONVERSAS SEM RUÍDO ENTRE SANGUINETTI E MUJICA - Alejandro Ferreiro / Gabriel Pereyra

O HORIZONTE: CONVERSAS SEM RUÍDO ENTRE SANGUINETTI E MUJICA

EL HORIZONTE

Alejandro Ferreiro / Gabriel Pereyra

Tradução de Sergio Karam

R$64,90

Diálogo de gigantes

 

“Para mim, a frugalidade é uma maneira de viver [...]. Porque se eu deixar que as necessidades se multipliquem ao infinito, tenho que viver para cobrir essas necessidades e não me sobra tempo para fazer as coisas que me motivam. [...] Pobre é quem precisa de muito. Ou, como dizem os aimaras, pobre é o que não tem uma comunidade.”

Pepe Mujica


 

“O erro é acreditar que a democracia é um sistema perfeito e, em segundo lugar, achar que a democracia garante um bom governo, porque isso depende dos cidadãos. O que a democracia nos garante é a liberdade de nos livrarmos de um governo de que não gostamos por meio de um método pacífico.”

Julio María Sanguinetti


 

Este livro traz uma longa conversa – dividida em seis encontros – entre Pepe Mujica e Julio María Sanguinetti, ex-presidentes do Uruguai. Os dois estadistas debatem sobre a política, a história, a administração pública e a vida, num exemplo de que o diálogo civilizado é possível e desejável entre pessoas de campos ideológicos opostos.

 

Um é liberal, o outro, socialista; um defende protocolos e liturgias, o outro gosta de implodir formalidades; um usa terno e sapatos de solado de couro, o outro, camisa de lenhador e sandálias. Os dois passaram dos 80 anos de vida. Ambos foram presidentes do Uruguai: Julio María Sanguinetti, de 1985 a 1990 e de 1995 a 2000; Pepe Mujica, de 2010 a 2015. 

Numa experiência rara, os dois ex-presidentes se encontram para seis longas sessões, longe do escrutínio público, em um ambiente descontraído, para conversar livremente. O resultado é este livro – um exemplo de civilidade –, que aspira a superar a urgência efêmera do debate político, hoje tão raso quanto polarizado em todo o mundo.

Mais do que falar sobre o passado e sobre seus mandatos presidenciais, eles conversam sobre os desafios da atualidade. As reflexões destes dois octagenários são verdadeiras aulas. Eles, que na política e no exercício do poder parecem ter visto de tudo, concordam que aquelas coisas que dividem os seres humanos não devem impedi-los de dialogar. 

Com rara sabedoria, erudição e vivência, eles nos brindam com reflexões e debates sobre temas variados; do papel da guerra e do futebol na história da humanidade às relações entre avós e netos, passando pela ascensão de governos autoritários em todo o mundo, a crise da imprensa profissional, os legados da colonização hispano-portuguesa da América Latina, lembranças de infâncias durante a Segunda Guerra Mundial, numa época de escassez e carros movidos a lenha, aspectos pouco discutidos do pensamento de Adam Smith e Karl Marx, a sociedade digital pós-industrial e a vida frenética dos dias de hoje. 

Esta deleitável leitura nos restitui o gosto pela política e pela administração pública, e relembra que apenas conversando e superando as diferenças os seres humanos conseguem avançar na direção do horizonte – e de um futuro desejável para as próximas gerações.

 

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    O HORIZONTE: CONVERSAS SEM RUÍDO ENTRE SANGUINETTI E MUJICA

  • Título Original:
    EL HORIZONTE
  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Entrevistas
  • Cód.Barras:
    9786556663845
  • ISBN:
    9786556663845
  • Formato:
    14x21
  • Páginas:
    216
  • Medidas:
    14 X 21 cm
  • Edição:
    agosto de 2023

Vida & Obra

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Diálogo de gigantes

 

“Para mim, a frugalidade é uma maneira de viver [...]. Porque se eu deixar que as necessidades se multipliquem ao infinito, tenho que viver para cobrir essas necessidades e não me sobra tempo para fazer as coisas que me motivam. [...] Pobre é quem precisa de muito. Ou, como dizem os aimaras, pobre é o que não tem uma comunidade.”

Pepe Mujica


 

“O erro é acreditar que a democracia é um sistema perfeito e, em segundo lugar, achar que a democracia garante um bom governo, porque isso depende dos cidadãos. O que a democracia nos garante é a liberdade de nos livrarmos de um governo de que não gostamos por meio de um método pacífico.”

Julio María Sanguinetti


 

Este livro traz uma longa conversa – dividida em seis encontros – entre Pepe Mujica e Julio María Sanguinetti, ex-presidentes do Uruguai. Os dois estadistas debatem sobre a política, a história, a administração pública e a vida, num exemplo de que o diálogo civilizado é possível e desejável entre pessoas de campos ideológicos opostos.

 

Um é liberal, o outro, socialista; um defende protocolos e liturgias, o outro gosta de implodir formalidades; um usa terno e sapatos de solado de couro, o outro, camisa de lenhador e sandálias. Os dois passaram dos 80 anos de vida. Ambos foram presidentes do Uruguai: Julio María Sanguinetti, de 1985 a 1990 e de 1995 a 2000; Pepe Mujica, de 2010 a 2015. 

Numa experiência rara, os dois ex-presidentes se encontram para seis longas sessões, longe do escrutínio público, em um ambiente descontraído, para conversar livremente. O resultado é este livro – um exemplo de civilidade –, que aspira a superar a urgência efêmera do debate político, hoje tão raso quanto polarizado em todo o mundo.

Mais do que falar sobre o passado e sobre seus mandatos presidenciais, eles conversam sobre os desafios da atualidade. As reflexões destes dois octagenários são verdadeiras aulas. Eles, que na política e no exercício do poder parecem ter visto de tudo, concordam que aquelas coisas que dividem os seres humanos não devem impedi-los de dialogar. 

Com rara sabedoria, erudição e vivência, eles nos brindam com reflexões e debates sobre temas variados; do papel da guerra e do futebol na história da humanidade às relações entre avós e netos, passando pela ascensão de governos autoritários em todo o mundo, a crise da imprensa profissional, os legados da colonização hispano-portuguesa da América Latina, lembranças de infâncias durante a Segunda Guerra Mundial, numa época de escassez e carros movidos a lenha, aspectos pouco discutidos do pensamento de Adam Smith e Karl Marx, a sociedade digital pós-industrial e a vida frenética dos dias de hoje. 

Esta deleitável leitura nos restitui o gosto pela política e pela administração pública, e relembra que apenas conversando e superando as diferenças os seres humanos conseguem avançar na direção do horizonte – e de um futuro desejável para as próximas gerações.

 
" />