Outros Formatos


GASPAR E A LINHA DNIEPERPETROVSKI - Sérgio Capparelli

GASPAR E A LINHA DNIEPERPETROVSKI

Duplo de Caspar Heuser, o herói deste romance é um tipo inusitado na ficção brasileira. Trata-se de um jovem com retardo mental que descobre gradativamente as agruras e delícias da vida numa colônia ítalo-sul-rio-grandense nos ásperos anos da Segunda Guerra Mundial, quando todo o imigrante, na perspectiva dos governistas, era um simpatizante fasci-nazista ou um agente do anarquismo internacional. Gaspar, apesar de seu físico avantajado, não entende bem por que seu pai e os amigos deste são pressionados a vender suas terras para a recém criada Companhia Álcool-Motor, por que seu tio tem a tipografia invadida e os gráficos presos por imprimirem um jornal anarquista, por que sua irmã anda com idéias de se mudar para Porto Alegre e livrar-se da sina doméstica de sua mãe. Também não compreende o pai, que chicoteia o velho cavalo Nero para que lavre um solo pedregoso onde deve crescer o trigo que os salvará da hipoteca.
O que lhe importa são as águas do rio Vesúvio, os pássaros planando sobre as encostas do Sereníssimo, as plantas, a pequena Mariana, cujo choro suas cantigas sempre aplacam, a prima Agnes, que ele idolatra - embora ela pareça preferir os carinhos da sua irmã, a sorveteria de Cosenza, a cidadezinha na serra gaúcha em que ele vê seu pai conversar com uma bela senhora como não faz com sua mãe. Num desenho extremamente sensível da alma de um rapaz de inteligência lenta, antes concreta do que abstrata, Gaspar revela em Sérgio Capparelli o exímio pintor de retratos não só da infância - que sempre foi - mas também da juventude e da maturidade, percurso que suas personagens nesse texto efetuam com gana de viver e de se realizarem dentro de valores que não são apenas os da sexualidade ou os do dinheiro.
Romance capaz de dialogar não apenas com o filme de Werner Herzog, numa outra clave em que a ingenuidade não se deve ao isolamento social, mas às limitações provocadas por uma força irrefreável, a da natureza nefasta e benévola ao mesmo tempo, Gaspar - também se aventura pela metaficção, introduzindo um misterioso intelectual no mundo de pequenas e vívidas realidades de Cosenza. Não sem motivo ele se chama Pierre Ménard, numa homenagem ao perfeccionista autor do Quixote, de Jorge Luís Borges. Professor com ares de platonismo, que escreve um romance, testando a tese de que as idéias precedem o real, é ele a chave de todos os acontecimentos, impotente quando se põe a mudar o curso do destino, outra entidade que faz ressoar nessa ficção de Capparelli a inexorabilidade da tragédia grega.
Descobrindo pouco a pouco os desígnios dos homens, que se opõem à pureza das coisas e das crianças, Gaspar encontra seu limite, assim como o nazi-fascismo encontra o seu na linha de defesa soviética de Dnieperpetrovski. Perseguido por uma imaginação luxuriante, que o leva fácil ao delírio, preso a suas poucas luzes, o rapaz testemunha os embates entre a colônia e os getulistas, perdido em seus amores pelas mulheres da casa e seu ódio esporádico e admiração desvelada pelo pai duro e sonhador, símbolo do imigrante que não se deixa vencer pelas dificuldades da nova terra em que veio plantar suas raízes.
Com este livro, Sérgio Capparelli acrescenta às obras sobre a imigração italiana no Brasil a dimensão de que elas em geral carecem: a da emoção que não se envergonha de ser terna quando rememora o árduo cotidiano das gentes que viviam nas colônias isoladas dos altos da serra gaúcha. Acrescente-se a originalidade da construção de um herói que só consegue a custo entender a história da qual é protagonista, por obra de um criador que a cada momento parece traí-lo e tem-se um romance que sem dúvida conquistará qualquer leitor. Certamente não faltam acontecimentos chocantes e nuanças enigmáticas no dia-a-dia da família Barsotti.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    GASPAR E A LINHA DNIEPERPETROVSKI

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Romance
    Literatura moderna brasileira
  • Cód.Barras:
    9788525404473
  • Páginas:
    200

Vida & Obra

Sérgio Capparelli

Sérgio Capparelli nasceu em Uberlândia (MG), em 1947. Foi professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul até se aposentar. Já morou em cidades como Goiânia, Curitiba, Porto Alegre, Paris, Munique, Grenoble, Londres, Montreal e Beijing, onde trabalhou numa agência de notícias de 2004 a 2007.

É autor de cerca de trinta livros, a maior parte pela L&PM, entre os quais Os meninos da Rua da Praia (1978), Vovô fugiu de casa (1981), Boi da ...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar