Coleção L&PM Pocket


ASCENSÃO E QUEDA DE CÉSAR BIROTTEAU

HISTOIRE DE LA GRANDEUR ET DE LA DÉCADENCE DE CÉSAR BIROTTEAU...

Honoré de Balzac

Tradução de Herculano Villas-Boas

R$29,90

"Balzac é um visionário apaixonado. Todos os seus personagens são impregnados do seu entusiasmo pela vida."
                                                                                          Charles Baudelaire

O tino para os negócios nunca foi o forte de Balzac. Mesmo já sendo um escritor consagrado, admirado pela opinião pública, continuava escrevendo furiosamente para pagar suas dívidas, resultado de uma sucessão de empreendimentos comerciais mal-sucedidos. É das suas vivências que buscou inspiração para criar um dos mais geniais e realistas retratos sobre a escalada social de um homem e sua posterior derrocada. A vítima é César Birotteau, um perfumista bem-sucedido que almejava prestígio e reconhecimento perante a alta sociedade.

A primeira versão de Ascensão e queda de César Birotteau foi escrita em 1837, em menos de um mês, a pedido de dois jornais que entregariam o livro de brinde a seus assinantes. Este "poema das vicissitudes burguesas", como Balzac o definiu, é mais um capítulo grandioso de A comédia humana. Erigido à semelhança da sociedade francesa do século XIX, revela, porém, que a ambição desmedida e a cobiça por dinheiro fácil são inerentes ao homem – em todas as épocas.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    ASCENSÃO E QUEDA DE CÉSAR BIROTTEAU

  • Título Original:
    HISTOIRE DE LA GRANDEUR ET DE LA DÉCADENCE DE CÉSAR BIROTTEAU...
  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Romance
  • Série:
    Balzac
  • Referência:
    536
  • Cód.Barras:
    9788525417657
  • ISBN:
    978.85.254.1765-7
  • Páginas:
    304
  • Edição:
    maio de 2009

Vida & Obra

Honoré de Balzac

A comédia humana é o título geral que dá unidade à obra máxima de Honoré de Balzac e é composta de 89 romances, novelas e histórias curtas. Este enorme painel do século XIX foi ordenado pelo autor em três partes: “Estudos de costumes”, “Estudos analíticos” e “Estudos filosóficos”. A maior das partes, “Estudos de costumes”, com 66 títulos, subdivide-se em seis séries temáticas: Cenas da vida privada, Cenas da vida provinciana, Cenas da vida parisiense, Cena...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


                                                                                          Charles Baudelaire

O tino para os negócios nunca foi o forte de Balzac. Mesmo já sendo um escritor consagrado, admirado pela opinião pública, continuava escrevendo furiosamente para pagar suas dívidas, resultado de uma sucessão de empreendimentos comerciais mal-sucedidos. É das suas vivências que buscou inspiração para criar um dos mais geniais e realistas retratos sobre a escalada social de um homem e sua posterior derrocada. A vítima é César Birotteau, um perfumista bem-sucedido que almejava prestígio e reconhecimento perante a alta sociedade.

A primeira versão de Ascensão e queda de César Birotteau foi escrita em 1837, em menos de um mês, a pedido de dois jornais que entregariam o livro de brinde a seus assinantes. Este "poema das vicissitudes burguesas", como Balzac o definiu, é mais um capítulo grandioso de A comédia humana. Erigido à semelhança da sociedade francesa do século XIX, revela, porém, que a ambição desmedida e a cobiça por dinheiro fácil são inerentes ao homem – em todas as épocas.

" />