Coleção L&PM E-books


HISTÓRIA DOS TREZE - Honoré de Balzac

HISTÓRIA DOS TREZE

HISTOIRE DES TREIZE

"Como William Shakespeare, Balzac é o maior repositório de documentos que possuímos sobre a natureza humana." (Hippolyte Taine)

A História dos Treze é a trilogia composta pelos romances Ferragus, A duquesa de Langeais e A menina dos olhos de ouro – textos completamente autônomos de Balzac, com histórias e personagens distintos.

Em comum há a existência de uma sociedade secreta, Os Treze Devoradores, espécie de seita composta por treze amigos. O objetivo da fraternidade é todos se ajudarem mútua e secretamente, colocando a amizade acima de qualquer preceito moral e até mesmo da lei. Este tipo de sociedade, quase um ideal romântico, ocupava o imaginário do público francês, e as histórias envolvendo seitas secretas eram muito populares na época. Honoré de Balzac, muito mais do que seguir uma moda, criou três obras-primas que obtiveram enorme sucesso ao serem publicadas na década de 1830 como folhetim nos jornais parisienses.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    HISTÓRIA DOS TREZE

  • Título Original:
    HISTOIRE DES TREIZE
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Romance
  • Série:
    Balzac
  • eISBN:
    978.85.254.0854-9

Vida & Obra

Honoré de Balzac

A comédia humana é o título geral que dá unidade à obra máxima de Honoré de Balzac e é composta de 89 romances, novelas e histórias curtas. Este enorme painel do século XIX foi ordenado pelo autor em três partes: “Estudos de costumes”, “Estudos analíticos” e “Estudos filosóficos”. A maior das partes, “Estudos de costumes”, com 66 títulos, subdivide-se em seis séries temáticas: Cenas da vida privada, Cenas da vida provinciana, Cenas da vida parisiense, Cena...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


(Hippolyte Taine)

A História dos Treze é a trilogia composta pelos romances Ferragus, A duquesa de Langeais e A menina dos olhos de ouro – textos completamente autônomos de Balzac, com histórias e personagens distintos.

Em comum há a existência de uma sociedade secreta, Os Treze Devoradores, espécie de seita composta por treze amigos. O objetivo da fraternidade é todos se ajudarem mútua e secretamente, colocando a amizade acima de qualquer preceito moral e até mesmo da lei. Este tipo de sociedade, quase um ideal romântico, ocupava o imaginário do público francês, e as histórias envolvendo seitas secretas eram muito populares na época. Honoré de Balzac, muito mais do que seguir uma moda, criou três obras-primas que obtiveram enorme sucesso ao serem publicadas na década de 1830 como folhetim nos jornais parisienses.

" />