Coleção L&PM E-books


ESPLENDORES E MISÉRIAS DAS CORTESÃS - Honoré de Balzac

ESPLENDORES E MISÉRIAS DAS CORTESÃS

Honoré de Balzac

Tradução de Ilana Heineberg

Esplendores e misérias das cortesãs é a terceira e última parte da trilogia informal iniciada por O pai Goriot Ilusões perdidas e que se constitui na espinha dorsal de A comédia humana. Neste livro de ritmo vertiginoso, verdadeiro precursor do romance noir, temos histórias ambientadas no mundo esfumaçado dos cafés e dos crimes, nos bastidores do sistema judiciário da Paris da primeira metade do século XIX. A sociedade, em suma, que Balzac (1799-1850) esmiuçou com tanta paixão. Têm especial importância as personagens femininas e o maquiavélico Jacques Collin, considerado uma das melhores e mais complexas criações balzaquianas. O autor mostra todos os tipos de mulheres, de todas inclinações, modos de pensar e sentir; e Collin, por sua vez, concentra em si toda a ambigüidade de que Balzac era capaz ao compor um personagem.

Ao desvendar as relações entre a alta sociedade francesa e um mundo nebuloso e intermediário, onde figuram mulheres belíssimas e de origem duvidosa, bandidos e escroques variados, o autor de A comédia humana criou um de seus romances mais expressivos e de mais empolgante fabulação.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    ESPLENDORES E MISÉRIAS DAS CORTESÃS

  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Romance
  • Série:
    Balzac
  • eISBN:
    978.85.254.3567-5

Vida & Obra

Honoré de Balzac

A comédia humana é o título geral que dá unidade à obra máxima de Honoré de Balzac e é composta de 89 romances, novelas e histórias curtas. Este enorme painel do século XIX foi ordenado pelo autor em três partes: “Estudos de costumes”, “Estudos analíticos” e “Estudos filosóficos”. A maior das partes, “Estudos de costumes”, com 66 títulos, subdivide-se em seis séries temáticas: Cenas da vida privada, Cenas da vida provinciana, Cenas da vida parisiense, Cena...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Esplendores e misérias das cortesãs é a terceira e última parte da trilogia informal iniciada por O pai Goriot Ilusões perdidas e que se constitui na espinha dorsal de A comédia humana. Neste livro de ritmo vertiginoso, verdadeiro precursor do romance noir, temos histórias ambientadas no mundo esfumaçado dos cafés e dos crimes, nos bastidores do sistema judiciário da Paris da primeira metade do século XIX. A sociedade, em suma, que Balzac (1799-1850) esmiuçou com tanta paixão. Têm especial importância as personagens femininas e o maquiavélico Jacques Collin, considerado uma das melhores e mais complexas criações balzaquianas. O autor mostra todos os tipos de mulheres, de todas inclinações, modos de pensar e sentir; e Collin, por sua vez, concentra em si toda a ambigüidade de que Balzac era capaz ao compor um personagem.

Ao desvendar as relações entre a alta sociedade francesa e um mundo nebuloso e intermediário, onde figuram mulheres belíssimas e de origem duvidosa, bandidos e escroques variados, o autor de A comédia humana criou um de seus romances mais expressivos e de mais empolgante fabulação.

" />