Coleção L&PM Pocket


RENDA BÁSICA DE CIDADANIA: A RESPOSTA DADA PELO VENTO

Fora de catálogo

Neste livro, o senador Eduardo Suplicy explicita sua tese que deu origem à Renda Básica de Cidadania, prevista na Lei 10.835/2004, aprovada pelo Congresso em 2003 e sancionada pelo presidente da República em 2004. A Renda Básica da Cidadania prevê que todo brasileiro ou estrangeiro residente no país há pelo menos cinco anos receberá anualmente um benefício monetário, independente da sua situação sócio-econômica. Tal iniciativa é conclamada por políticos e economistas do mundo inteiro como uma idéia de vanguarda para a participação dos cidadãos nas riquezas do país.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    RENDA BÁSICA DE CIDADANIA: A RESPOSTA DADA PELO VENTO

  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Ensaios
  • Referência:
    501
  • Cód.Barras:
    9788525414793
  • ISBN:
    978.85.254.1479-3
  • Páginas:
    136
  • Edição:
    março de 2006

Vida & Obra

Eduardo Matarazzo Suplicy

Nasceu em São Paulo, capital, em 21 de junho de 1941. Filho de Paulo Cochrane Suplicy e Filomena Matarazzo Suplicy. Bacharel em Administração de Empresas (1964) pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas, realizou Mestrado (1968) e Doutorado (1973) em Economia na Michigan State University (EUA). De setembro de 1971 a dezembro de 1972, foi pesquisador visitante no Food Research Institute, da Stanford University (EUA), tendo, no outono d...

Ler mais

Opinião do Leitor

Ana Lúcia Pereira Rocha
brasilia DF

Em se tratando do valor que cada pessoa receberá, é pouco. Mas ainda assim, é o começo; já é possível sair "pela porta" e buscar novos horizontes.

08/06/2014

Você também pode gostar


Neste livro, o senador Eduardo Suplicy explicita sua tese que deu origem à Renda Básica de Cidadania, prevista na Lei 10.835/2004, aprovada pelo Congresso em 2003 e sancionada pelo presidente da República em 2004. A Renda Básica da Cidadania prevê que todo brasileiro ou estrangeiro residente no país há pelo menos cinco anos receberá anualmente um benefício monetário, independente da sua situação sócio-econômica. Tal iniciativa é conclamada por políticos e economistas do mundo inteiro como uma idéia de vanguarda para a participação dos cidadãos nas riquezas do país.

" />