Coleção L&PM Pocket


""Comandar muitos é o mesmo que comandar poucos. Tudo é uma questão de organização.""

Sun Tzu - "A arte da Guerra"

A ARTE DA GUERRA (ILUSTRADO)

Sun Tzu

Tradução de Sueli Barros Cassal

Nova edição com ilustrações de Gilmar Fraga

Qual é a originalidade deste que é o mais antigo tratado de guerra? É que é melhor ganhar a guerra antes mesmo de desembainhar a espada. O inimigo não deve ser aniquilado, mas, de preferência, deve ser vencido quando seus domínios ainda estiverem intactos. Muitas vezes, a vitória arduamente conquistada guarda um sabor amargo de derrota, mesmo para os próprios vencedores. A arte da guerra do chinês Sun Tzu, um texto que remonta à turbulenta época dos Estados Combatentes na China há quase 2.500 anos, chegou até nos trazendo as idéias de um filósofo-estrategista que comandou e venceu muitas batalhas.

"A garantia de nos tornarmos invencíveis está em nossas próprias mãos. Tornar o inimigo vulnerável só depende dele próprio." 

"Por mais crítica que seja a situação e as circunstâncias em que te encontrares, não te desesperes. Nas ocasiões em que tudo inspira temor, nada deves temer. Quando estiveres cercado de todos os perigos, não deves temer nenhum. Quando estiveres sem nenhum recurso, deves contar com todos. Quando fores surpreendido, surpreende o inimigo." 

"Não adies o momento do combate, nem esperes que tuas armas se enferrujem e o fio de tuas espadas se embote. A vitória é o principal objetivo da guerra." 

"A rapidez é a seiva da guerra." 

"A invencibilidade está na defesa; a possibilidade de vitória, no ataque. Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca mostra que ela é abundante."

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    A ARTE DA GUERRA (ILUSTRADO)

  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Ensaios
  • Referência:
    207
  • Cód.Barras:
    9788525426642
  • ISBN:
    978-85-254-2664-2
  • Páginas:
    160
  • Edição:
    maio de 2012

Vida & Obra

Sun Tzu

Muitos pesquisadores e historiadores negam a existência histórica de Sun Tzu. O que existe na literatura são concisas narrações de alguns fatos de sua vida. Sun Tzu  teria vivido entre 544 – 496 a.C. É considerado um dos maiores estrategistas militares de todos os tempos, e a ele é atribuída a autoria de A arte da guerra, famoso livro chinês sobre táticas militares, considerado uma obra fundamental sobre escritos militares e estratégicos na história da humanidade.

Ler mais

Opinião do Leitor

Matheus Saraiva
Porto Alegre/RS

Livro instrutivo, não só na arte militar como também em diversos aspectos na vida, como negócios e até mesmo na arte da conquista. As ilustrações estão muito bonitas!

02/12/2013

Agatha

Allan Moreira
Vitória de Santo Antão - PE

Parabéns, L&PM por mais esse grande edição.
Irei garantir a minha.

31/05/2012

Você também pode gostar


Qual é a originalidade deste que é o mais antigo tratado de guerra? É que é melhor ganhar a guerra antes mesmo de desembainhar a espada. O inimigo não deve ser aniquilado, mas, de preferência, deve ser vencido quando seus domínios ainda estiverem intactos. Muitas vezes, a vitória arduamente conquistada guarda um sabor amargo de derrota, mesmo para os próprios vencedores. A arte da guerra do chinês Sun Tzu, um texto que remonta à turbulenta época dos Estados Combatentes na China há quase 2.500 anos, chegou até nos trazendo as idéias de um filósofo-estrategista que comandou e venceu muitas batalhas.

"A garantia de nos tornarmos invencíveis está em nossas próprias mãos. Tornar o inimigo vulnerável só depende dele próprio." 

"Por mais crítica que seja a situação e as circunstâncias em que te encontrares, não te desesperes. Nas ocasiões em que tudo inspira temor, nada deves temer. Quando estiveres cercado de todos os perigos, não deves temer nenhum. Quando estiveres sem nenhum recurso, deves contar com todos. Quando fores surpreendido, surpreende o inimigo." 

"Não adies o momento do combate, nem esperes que tuas armas se enferrujem e o fio de tuas espadas se embote. A vitória é o principal objetivo da guerra." 

"A rapidez é a seiva da guerra." 

"A invencibilidade está na defesa; a possibilidade de vitória, no ataque. Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca mostra que ela é abundante."

" />