Outros Formatos


"Sinto como se a história do homem fosse como a história dos cereais: se você não é semeado na terra para germinar, o que importa?"

De "Vincent" - A história de Vincent Van Gogh em quadrinhos

VINCENT - A HISTÓRIA DE VINCENT VAN GOGH

VINCENT

Barbara Stok

Tradução de Camila Werner

R$49,90

Vencedora do Prêmio Holandês de Melhor Autor de HQ 2009

Vincent van Gogh (1853-1890) e sua mente torturada conceberam uma arte fascinante que transcendeu sua própria história para se tornar um dos mais expressivos e maravilhosos conjuntos de pinturas jamais concebidos. Nesta graphic novel de traços pop originalíssimos, Barbara Stok retrata de forma delicada e luminosa os últimos anos da vida do pintor holandês, passados na França, onde encontrou não apenas seu fim, mas também a natureza e a luz que imortalizou em seus quadros.

Em 1888, após uma estadia de dois anos em Paris, Vincent van Gogh muda-se para Arles, no sul da França. A luminosidade, os espaços abertos e as paisagens bucólicas da região, além do próprio contato com a natureza, fornecem ao artista a matéria-prima para aquela que é considerada a fase mais rica e revolucionária de sua arte.

Se por um lado o ambiente o enche de contentamento e esperança, por outro agravam-se seu desequilíbrio e sua angústia, piorados ainda pela falta de dinheiro e de perspectivas concretas de futuro e pela culpa de ser um fardo para o irmão, Theo, que o sustentava financeiramente.

É esse turbulento e rico período, não apenas crucial para a compreensão do gênio Van Gogh como também emblemático de sua existência, que a artista gráfica Barbara Stok retrata, com um colorido e uma singeleza dignos do gênio holandês. Barbara pinta com todas as cores um Vincent humano, com suas ambiguidades e fraquezas. Incorporando sabiamente trechos de cartas escritas ao irmão Theo e telas do próprio pintor, aborda seu processo criativo, suas ideias sobre pintura e a obcecada convicção em sua própria arte, que sempre o guiou. O resultado é um personagem cativante, repleto de nuances, e que emociona por sua arte e também pela pureza da paixão com que a perseguia.

Barbara Stok nasceu em 1970 em Groningen, na Holanda. Trabalhou como fotógrafa e jornalista até estrear, em 1998, com o livro de tiras Barbaraal tot op het bot, no qual retratava o próprio cotidiano. Seu traço original, sua narrativa delicada e sua maneira de ampliar pequenos detalhes da existência fizeram sucesso. Vincent é seu oitavo livro, no qual ela trabalhou por três anos, com apoio do Museu Van Gogh, de Amsterdã.

“Stok retrata de forma brilhante e cheia de compaixão o artista ora num surto de loucura, ora sentado em meio aos trigais e girassóis de Arles, com a paisagem a um só tempo suave e alheia, e o homem impulsionado por uma paixão desesperada e radical.”  - The Guardian

“Stok captura a alma de Vincent.”  - Zone 5300

“Como bônus, Stok incorpora cartas de Vincent a Theo. Ela faz o mesmo com suas pinturas, que vemos o artista criar e que Stok às vezes reproduz em páginas duplas. As imagens e a história se fortalecem mutuamente de uma maneira que seria impossível em qualquer outro meio de expressão.”  - NRC Handelsblad

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    VINCENT - A HISTÓRIA DE VINCENT VAN GOGH

  • Título Original:
    VINCENT
  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Quadrinhos
  • Série:
    Quadrinhos
  • Cód.Barras:
    9788525431158
  • ISBN:
    978-85-254-3115-8
  • Páginas:
    144
  • Edição:
    novembro de 2014

Vida & Obra

Barbara Stok

Barbara Stok nasceu em 1970 em Groningen, na Holanda. Trabalhou como fotógrafa e jornalista até estrear, em 1998, com o livro de tiras Barbaraal tot op het bot, no qual retratava o próprio cotidiano. Seu traço original, sua narrativa delicada e sua maneira de ampliar pequenos detalhes da existência fizeram sucesso. Vincent é seu oitavo livro, no qual ela trabalhou por três anos, com apoio do Museu Van Gogh, de Amsterdã.

Opinião do Leitor

Sanderson
curitibsa  parana

Eu sou um leitor comum então :
Eu gostei muito deste  livro  valeu a pena ter comprado
de verdade

24/02/2015

Você também pode gostar


Vencedora do Prêmio Holandês de Melhor Autor de HQ 2009

Vincent van Gogh (1853-1890) e sua mente torturada conceberam uma arte fascinante que transcendeu sua própria história para se tornar um dos mais expressivos e maravilhosos conjuntos de pinturas jamais concebidos. Nesta graphic novel de traços pop originalíssimos, Barbara Stok retrata de forma delicada e luminosa os últimos anos da vida do pintor holandês, passados na França, onde encontrou não apenas seu fim, mas também a natureza e a luz que imortalizou em seus quadros.

Em 1888, após uma estadia de dois anos em Paris, Vincent van Gogh muda-se para Arles, no sul da França. A luminosidade, os espaços abertos e as paisagens bucólicas da região, além do próprio contato com a natureza, fornecem ao artista a matéria-prima para aquela que é considerada a fase mais rica e revolucionária de sua arte.

Se por um lado o ambiente o enche de contentamento e esperança, por outro agravam-se seu desequilíbrio e sua angústia, piorados ainda pela falta de dinheiro e de perspectivas concretas de futuro e pela culpa de ser um fardo para o irmão, Theo, que o sustentava financeiramente.

É esse turbulento e rico período, não apenas crucial para a compreensão do gênio Van Gogh como também emblemático de sua existência, que a artista gráfica Barbara Stok retrata, com um colorido e uma singeleza dignos do gênio holandês. Barbara pinta com todas as cores um Vincent humano, com suas ambiguidades e fraquezas. Incorporando sabiamente trechos de cartas escritas ao irmão Theo e telas do próprio pintor, aborda seu processo criativo, suas ideias sobre pintura e a obcecada convicção em sua própria arte, que sempre o guiou. O resultado é um personagem cativante, repleto de nuances, e que emociona por sua arte e também pela pureza da paixão com que a perseguia.

Barbara Stok nasceu em 1970 em Groningen, na Holanda. Trabalhou como fotógrafa e jornalista até estrear, em 1998, com o livro de tiras Barbaraal tot op het bot, no qual retratava o próprio cotidiano. Seu traço original, sua narrativa delicada e sua maneira de ampliar pequenos detalhes da existência fizeram sucesso. Vincent é seu oitavo livro, no qual ela trabalhou por três anos, com apoio do Museu Van Gogh, de Amsterdã.

“Stok retrata de forma brilhante e cheia de compaixão o artista ora num surto de loucura, ora sentado em meio aos trigais e girassóis de Arles, com a paisagem a um só tempo suave e alheia, e o homem impulsionado por uma paixão desesperada e radical.”  - The Guardian

“Stok captura a alma de Vincent.”  - Zone 5300

“Como bônus, Stok incorpora cartas de Vincent a Theo. Ela faz o mesmo com suas pinturas, que vemos o artista criar e que Stok às vezes reproduz em páginas duplas. As imagens e a história se fortalecem mutuamente de uma maneira que seria impossível em qualquer outro meio de expressão.”  - NRC Handelsblad

" />