Coleção L&PM E-books


A JANGADA: 800 LÉGUAS PELO AMAZONAS

LA JANGADA: HUIT CENTS LIEUES SUR L’AMAZONE

Júlio Verne

Tradução de Elisa Rodrigues, Julia Fervenza.

Sem jamais ter estado no Brasil, Júlio Verne (1828-1905), o pai da ficção científica e de fantasia, escreveu um romance que se passa no majestoso e fascinante rio Amazonas.

A família de João Garral, um próspero e digno fazendeiro de Iquitos, no Peru – próximo à foz do Amazonas –, precisa empreender uma viagem rio abaixo, com o intuito de levar sua filha até Belém do Pará, onde deve se casar com o homem que ela ama. Para tal, é construída uma jangada que é uma verdadeira aldeia flutuante: autossuficiente, reproduz a socie­dade da região e da época, com a família branca de origens europeias acompanhada dos escravos negros e trabalhadores índios. Mas não só festejos e celebrações ocupam a mente do fazendeiro. Um segredo do passado o assombra, e vai colocá­-lo no caminho de Torres, um odiento capitão do mato que pode pôr tudo a perder.

Publicado em 1881 em formato de folhetim e livro, A jan­gada é, a um só tempo, um primoroso romance de aventura e mistério do grande autor francês e uma fina exploração lite­rária da riqueza natural do Amazonas e da maior bacia hidro­gráfica do planeta. 

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    A JANGADA: 800 LÉGUAS PELO AMAZONAS

  • Título Original:
    LA JANGADA: HUIT CENTS LIEUES SUR L’AMAZONE
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Literatura estrangeira
  • eISBN:
    978-65-5666-055-4
  • Edição:
    fevereiro de 2020

Vida & Obra

Júlio Verne

Júlio Verne (1828-1905) passou a infância com os pais e irmãos na cidade francesa de Nantes e na casa de verão da família. A proximidade do porto e das docas constituíram provavelmente grande estímulo para o desenvolvimento da imaginação do autor sobre a vida marítima e viagens a terras distantes. Com nove anos foi mandado para o colégio com seu irmão Paul. Mais tarde, seu pai, com a esperança de que o filho seguisse sua carreira de advogado, enviou o jovem Júlio para Paris...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Sem jamais ter estado no Brasil, Júlio Verne (1828-1905), o pai da ficção científica e de fantasia, escreveu um romance que se passa no majestoso e fascinante rio Amazonas.

A família de João Garral, um próspero e digno fazendeiro de Iquitos, no Peru – próximo à foz do Amazonas –, precisa empreender uma viagem rio abaixo, com o intuito de levar sua filha até Belém do Pará, onde deve se casar com o homem que ela ama. Para tal, é construída uma jangada que é uma verdadeira aldeia flutuante: autossuficiente, reproduz a socie­dade da região e da época, com a família branca de origens europeias acompanhada dos escravos negros e trabalhadores índios. Mas não só festejos e celebrações ocupam a mente do fazendeiro. Um segredo do passado o assombra, e vai colocá­-lo no caminho de Torres, um odiento capitão do mato que pode pôr tudo a perder.

Publicado em 1881 em formato de folhetim e livro, A jan­gada é, a um só tempo, um primoroso romance de aventura e mistério do grande autor francês e uma fina exploração lite­rária da riqueza natural do Amazonas e da maior bacia hidro­gráfica do planeta. 

" />