Coleção L&PM E-books


JANE EYRE

JANE EYRE

Charlotte Brontë

Tradução de Rogério Bettoni

Nasce uma heroína

Apresentação de Ian Alexander

Jane Eyre é uma menina órfã que tem por guardiã uma perversa tia, a sra. Reed, que a maltrata incessantemente. Estando na base da pirâmide social da rígida sociedade inglesa vitoriana, tudo indica que o destino de Jane está traçado e que ela terá uma vida de agruras; nem mesmo ao ser mandada para um internato consegue se ver livre da maldade alheia. Mas, apesar de sua aparente falta de graça e beleza, e de as circunstâncias conspirarem contra ela, Jane tem um forte instinto de sobrevivência, um espírito indômito e coragem.

Jane Eyre foi publicado pela primeira vez em 1847, sob o pseudônimo de Currer Bell. Com a vívida narrativa em primeira pessoa e a força da personagem-heroína, obteve sucesso instantâneo junto ao público e foi chamado de imoral e subversivo por alguns. Ainda hoje a obra-prima gótica de Charlotte Brontë (1816-1855) divide a crítica, que vê a história da personagem desfavorecida que toma as rédeas da própria vida ora como um marco feminista, ora como um romance de formação ou ainda como uma história de amor. Jogando luz sobre a condição feminina e o papel social da mulher, este romance irresistível e sua protagonista – talvez a primeira heroína independente do romance moderno – não cessam de nos fascinar e inquietar.  

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    JANE EYRE

  • Título Original:
    JANE EYRE
  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Literatura estrangeira
    Ficção Ficção estrangeira
  • eISBN:
    978.85.254.3653-5

Vida & Obra

Charlotte Brontë

Charlotte Brontë nasceu em 1816. Filha de um pastor metodista e órfã de mãe, viveu desde a infância em um ambiente desolado, o do presbitério de Haworth, Yorkshire, na Inglaterra. A infância triste e reprimida marcou sua formação, ditando a temática de sua obra literária. Foi educada em uma rigorosa instituição vitoriana, cujos métodos desumanos denunciou em "Jane Eyre" (1847), o mais célebre de seus quatro romances. Nele combinam-se os temas amorosos e a sátira engenhosa, fórmu...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Nasce uma heroína

Apresentação de Ian Alexander

Jane Eyre é uma menina órfã que tem por guardiã uma perversa tia, a sra. Reed, que a maltrata incessantemente. Estando na base da pirâmide social da rígida sociedade inglesa vitoriana, tudo indica que o destino de Jane está traçado e que ela terá uma vida de agruras; nem mesmo ao ser mandada para um internato consegue se ver livre da maldade alheia. Mas, apesar de sua aparente falta de graça e beleza, e de as circunstâncias conspirarem contra ela, Jane tem um forte instinto de sobrevivência, um espírito indômito e coragem.

Jane Eyre foi publicado pela primeira vez em 1847, sob o pseudônimo de Currer Bell. Com a vívida narrativa em primeira pessoa e a força da personagem-heroína, obteve sucesso instantâneo junto ao público e foi chamado de imoral e subversivo por alguns. Ainda hoje a obra-prima gótica de Charlotte Brontë (1816-1855) divide a crítica, que vê a história da personagem desfavorecida que toma as rédeas da própria vida ora como um marco feminista, ora como um romance de formação ou ainda como uma história de amor. Jogando luz sobre a condição feminina e o papel social da mulher, este romance irresistível e sua protagonista – talvez a primeira heroína independente do romance moderno – não cessam de nos fascinar e inquietar.  

" />