Outros Formatos


ANTES QUE EU QUEIME

Gaute Heivoll

Tradução de Guilherme da Silva Braga

R$42,00

Tradução do norueguês de Guilherme da Silva Braga

Prêmio Brage 2010  - um dos mais importantes da Noruega

Numa pequena localidade à mercê de um incendiário, as chamas não são a única coisa a despertar o medo. Quando todos vivem próximos uns dos outros, existe também o grande temor de descobrir que o criminoso seja um conhecido, um vizinho, um amigo. É nessa atmosfera de tensão que se desenrola a história narrada em Antes que eu queime: o cotidiano de Finsland, perturbado por uma série de incêndios criminosos, mistura-se à vida do autor e ao noticiário policial da Noruega no final dos anos 70.

Um menino nascido na época dos incêndios, que um dia ouve da professora que tem um talento especial para a escrita, anos mais tarde resolve se tornar escritor para narrar a vida do pacato vilarejo que ardeu em meio às chamas. Em um estilo sóbrio e contido, Gaute Heivoll revisita a trágica história do povoado onde nasceu em uma ficção vigorosa em que o próprio ato de escrever ocupa o primeiro plano. Com este ponto de partida inusitado, o autor aborda magistralmente a fragilidade da vida e o papel da palavra, numa obra que foi aclamada e premiada em toda a Europa.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    ANTES QUE EU QUEIME

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Literatura estrangeira
    Romance
  • Cód.Barras:
    9788525430489
  • ISBN:
    978-85-254-3048-9
  • Páginas:
    256
  • Edição:
    dezembro de 2013

Vida & Obra

Gaute Heivoll

Gaute Heivoll (1978) estreou como autor em 2002. Desde então escreveu uma dezena de livros, de literatura infantil até poesia. Antes que eu queime foi a obra que o projetou no cenário internacional e lhe rendeu o Brageprisen (2010), um dos maiores prêmios da literatura norueguesa contemporânea, e o Sørlandets Litteraturpris (2011), prêmio anual oferecido pela região de Sørlandet, onde o autor nasceu. Este é o primeiro de seus romances a ser publicado no Brasil.

Opinião do Leitor

Hélio Furtado
Natal-RN

De certa forma, pode-se dizer que o principal tema desse livro são os crimes de um incendiário num pequeno vilarejo na Noruega. No entanto, bem no começo já se fica sabendo quem é o criminoso. Apesar disso, a narração é envolvente e a linguagem muito poética, prendendo o leitor até o final . Embora a estória aconteça em três diferentes épocas, ela é tão bem construída que o leitor transita em seu tempo narrativo sem maiores dificuldades.

13/09/2014

Você também pode gostar


Prêmio Brage 2010  - um dos mais importantes da Noruega

Numa pequena localidade à mercê de um incendiário, as chamas não são a única coisa a despertar o medo. Quando todos vivem próximos uns dos outros, existe também o grande temor de descobrir que o criminoso seja um conhecido, um vizinho, um amigo. É nessa atmosfera de tensão que se desenrola a história narrada em Antes que eu queime: o cotidiano de Finsland, perturbado por uma série de incêndios criminosos, mistura-se à vida do autor e ao noticiário policial da Noruega no final dos anos 70.

Um menino nascido na época dos incêndios, que um dia ouve da professora que tem um talento especial para a escrita, anos mais tarde resolve se tornar escritor para narrar a vida do pacato vilarejo que ardeu em meio às chamas. Em um estilo sóbrio e contido, Gaute Heivoll revisita a trágica história do povoado onde nasceu em uma ficção vigorosa em que o próprio ato de escrever ocupa o primeiro plano. Com este ponto de partida inusitado, o autor aborda magistralmente a fragilidade da vida e o papel da palavra, numa obra que foi aclamada e premiada em toda a Europa.

" />