Coleção L&PM E-books


UM HOMEM EXTRAORDINÁRIO E OUTRAS HISTÓRIAS - Anton Pavlovitch Tchékhov
Tradução e apresentação de Tatiana Belinky

UM HOMEM EXTRAORDINÁRIO E OUTRAS HISTÓRIAS

Anton Pavlovitch Tchékhov
Tradução e apresentação de Tatiana Belinky

Além de ter escrito peças teatrais que se tornaram célebres, como O jardim das cerejeiras, Anton Tchekhov (1860-1904) gravou para sempre o seu nome na história das artes graças aos contos, gênero literário que praticou com maestria, em abundância e criando uma vertente nova. Exímio contador de histórias (Tolstói chamou-o de "um incomparável artista da vida"), pintou a Rússia rural e as pequenezas da condição humana. Os contos aqui reunidos são exemplares do estilo do autor. São atmosféricos, cheios de um sentimento de sabedoria e compaixão; a caracterização psicológica dos personagens e das situações têm mais peso do que eventuais reviravoltas de enredo. Com humor, perspicácia, honestidade e, sobretudo, amor pelas pessoas, a arte de Tchekhov demonstra através dos séculos o poder transcendente de sensibilizar e de, partindo de detalhes cotidianos, iluminar a vida humana.

Contos:

"Desgraça alheia"
"O sapateiro e a força maligna"
"Um dia no campo – Ceninha"
"Em casa"
"Pavores"
"Champanha – Relato de um velhaco"
"Velhice"
"O homem no estojo"
"Um homem extraordinário"
"No asilo para velhos e doentes incuráveis"
"História desagradável"
"O relato do jardineiro-chefe"
"Trapaceiros à força – Historinha de Ano-Novo"
"Amor de peixe"
"Uma filha de Albion"
"Testa-branca"
"Criançada"
"Cachtánca" 

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    UM HOMEM EXTRAORDINÁRIO E OUTRAS HISTÓRIAS

  • Catálogo:
    Coleção L&PM E-books
  • Gênero:
    Contos
  • eISBN:
    978.85.254.2185-2

Vida & Obra

Anton Pavlovitch Tchékhov

Anton Pavlovitch Tchékhov nasceu em Tagan­rog, sobre o Mar de Azov, em 17 de janeiro [no calendário juliano, que equivale a 29 de janeiro no calendário gregoriano utilizado no Brasil] de 1860, o terceiro dos seis filhos de um pequeno comerciante, o mer­ceeiro Pável Iegórovi­tch Tchékhov, cujo pai fora servo de gleba.

Teve uma infância difícil. Desde menino, o pai, bem-intencionado mas autoritário, obrigava-o a tra­ba­lhar com ele na venda, e quando, arruinado...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar



Contos:

"Desgraça alheia"
"O sapateiro e a força maligna"
"Um dia no campo – Ceninha"
"Em casa"
"Pavores"
"Champanha – Relato de um velhaco"
"Velhice"
"O homem no estojo"
"Um homem extraordinário"
"No asilo para velhos e doentes incuráveis"
"História desagradável"
"O relato do jardineiro-chefe"
"Trapaceiros à força – Historinha de Ano-Novo"
"Amor de peixe"
"Uma filha de Albion"
"Testa-branca"
"Criançada"
"Cachtánca" 

" />