Coleção L&PM Pocket


TIROS NA NOITE: A MULHER DO BANDIDO – 1

NIGHTMARE TOWN

Dashiell Hammett

Tradução de Heloísa Seixas, Alexandre Raposo e Roberto Muggiati

Dashiell Hammett (1894-1961), que trabalhou como dete­tive da Agência Pinkerton por diversos anos, produziu quase toda sua revolucionária obra num período curto, de 1922 a 1934. São desta época a centena de contos posterior­mente batizados de noir que mudaram para sempre a literatura e a imagem americana, que alçaram as histórias policiais a um novo patamar de quali­dade literária e que o consagraram como o pai do gênero.

Em Tiros na noite (vols. 1 e 2), o leitor encontrará reu­nidas vinte histórias de Hammett que permaneceram fora das livrarias nos quarenta anos após a morte do autor. São contos ambientados em um mundo corrupto, onde o crime organizado é rei e em que o ganho desonesto e paixões violentas regem as vidas humanas. Este primeiro volume é dominado pela figura de Con­tinental Op, um durão e taciturno detetive particular de San Francisco sempre cercado por vítimas, traidores e cadáveres, e dono de uma habilidade única para chegar à verdade das coisas.

O próprio Hammett dizia que sua ambição era elevar as histórias de mistério a grande arte. Tiros na noite comprova o absoluto sucesso do autor.

Confira os contos presentes neste volume:

"Cidade pesadelo"
"Detetive de plantão"
"A mulher do bandido"
"O homem que matou Dan Odams"
"Tiros na noite"
"Os ziguezagues da perfídia"
"O assassino assistente"
"O guardião do seu irmão"
"Duas facas afiadas"

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    TIROS NA NOITE: A MULHER DO BANDIDO – 1

  • Título Original:
    NIGHTMARE TOWN
  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Contos
    Policial
  • Referência:
    597
  • Cód.Barras:
    9788525415769
  • ISBN:
    978.85.254.1576-9
  • Páginas:
    272
  • Edição:
    abril de 2007

Vida & Obra

Dashiell Hammett

Dashiell Hammett nasceu no condado de St. Mary, Maryland, em 27 de maio de 1894. Cresceu na Filadélfia e Baltimore. Abandonou a escola com quatorze anos e passou a trabalhar como mensageiro, entregador de jornal, escriturário, apontador de mão-de-obra e estivador, entre outros empregos. Aos 20 anos, foi trabalhar na Agência Pinkerton de detetives. Em 1918, alistou-se no Corpo de Ambulâncias do Exército. Depois da guerra, com tuberculose, vagou de sanatório em sanatório e vo...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


"Detetive de plantão"
"A mulher do bandido"
"O homem que matou Dan Odams"
"Tiros na noite"
"Os ziguezagues da perfídia"
"O assassino assistente"
"O guardião do seu irmão"
"Duas facas afiadas"

" />