Coleção L&PM Pocket


VATHEK

VATHEK

William Beckford

Tradução de Henrique de Araújo Mesquita

R$19,90

"O primeiro inferno realmente atroz da literatura"
Jorge Luis Borges

Publicado pela primeira vez em 1786 como Vathek, uma história árabe ou A história do califa Vathek, este texto entrou para o rol dos romances góticos mais conhecidos do público, como Frankenstein, de Mary Shelley, e O castelo de Otranto, de Horace Walpole. Entre aqueles que declararam terem sido influenciados pela obra encontram-se Lord Byron, Edgar Allan Poe, Stéphane Mallarmé e H. P. Lovecraft. Trata-se da insólita história da queda do califa Vathek que, renunciando ao Islã, lança-se numa série de atividades licenciosas na tentativa de obter poderes sobrenaturais. Segundo o autor – o crítico de arte e político William Thomas Beckford (1760-1844) –, a história foi escrita em três dias e duas noites. Reflexo da obsessão setecentista por tudo que fosse oriental, Vathek maravilha o leitor com um misto de cultura árabe, um clima de As mil e uma noites e fantasias aterrorizantes.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    VATHEK

  • Título Original:
    VATHEK
  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Ficção
    Literatura clássica internacional
  • Série:
    L&PM Pocket Plus
  • Referência:
    26
  • Cód.Barras:
    9788525406200
  • ISBN:
    978.85.254.0620-0
  • Páginas:
    128

Vida & Obra

William Beckford

Sir William Beckford (1760-1844) foi um herdeiro de colossal fortuna, célebre pelo talento literário e excentricidades que escandalizaram a sociedade londrina. Expert em cultura e literatura árabe (que já lia no original desde a adolescência) escreveu vários livros de viagem e foi grande colecionador de arte. Vathek é a obra que lhe trouxe a fama e o sucesso literário.

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


Jorge Luis Borges

Publicado pela primeira vez em 1786 como Vathek, uma história árabe ou A história do califa Vathek, este texto entrou para o rol dos romances góticos mais conhecidos do público, como Frankenstein, de Mary Shelley, e O castelo de Otranto, de Horace Walpole. Entre aqueles que declararam terem sido influenciados pela obra encontram-se Lord Byron, Edgar Allan Poe, Stéphane Mallarmé e H. P. Lovecraft. Trata-se da insólita história da queda do califa Vathek que, renunciando ao Islã, lança-se numa série de atividades licenciosas na tentativa de obter poderes sobrenaturais. Segundo o autor – o crítico de arte e político William Thomas Beckford (1760-1844) –, a história foi escrita em três dias e duas noites. Reflexo da obsessão setecentista por tudo que fosse oriental, Vathek maravilha o leitor com um misto de cultura árabe, um clima de As mil e uma noites e fantasias aterrorizantes.

" />