Outros Formatos


1922: SANGUE NA AREIA DE COPACABANA

R$49,00

Após anos fora do mercado brasileiro, o Ciclo Vargas, conjunto de 16 volumes sobre história contemporânea brasileira, de Hélio Silva, volta às livrarias. Através de pesquisa rigorosa, que incluiu acesso às fontes primárias e oficiais, Hélio Silva conseguiu estabelecer conversas e discursos, trazer à luz documentos importantes e, assim, traçar uma linha de acontecimentos, desde o início da República, com o volume 1889: a República não esperou o amanhecer, até 1964: golpe ou contragolpe?

Em 1922: sangue na areia de Copacabana, o autor debruça-se sobretudo aos acontecimentos de dissensão entre a classe militar e o Estado brasileiro que marcaram as primeiras décadas do século 20 e que desaguariam no Estado Novo. O fechamento do Clube Militar por Epitácio Pessoa, a carta atribuída a Arthur Bernardes e publicada no Correio da manhã, considerada insultosa aos brios militares, a rebelião do Forte de Copacabana e vários outros eventos são aqui tratados.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    1922: SANGUE NA AREIA DE COPACABANA

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    História
    Política Documento
  • Cód.Barras:
    9788525413451
  • ISBN:
    978.85.254.1345-1
  • Páginas:
    446

Vida & Obra

Hélio Silva

Hélio Ribeiro da Silva nasceu a 10 de abril de 1904, no subúrbio carioca do Riachuelo (Estrada de Ferro Central do Brasil). Estudou em escolas públicas do Rio, onde desde cedo começou a escrever. Aos 16 anos, já fazia parte da roda literária da qual também participavam os jovens Moacyr de Almeida, Pádua de Almeida, Nóbrega da Cunha, Alberto Figueiredo Pimentel Segundo, Póvoa de Siqueira, Thomas Murat, João Ribeiro Pinheiro, Jarbas Andréa, Danton Jobim, José Barreto Filho e ...

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar