Coleção L&PM Pocket


UM AMOR DE SWANN

UN AMOUR DE SWANN

Marcel Proust

Tradução de Celina Portocarrero

Swann – burguês ocioso, mundano e apreciador das artes – conhece Odette, uma mulher fútil e de vida duvidosa. No princípio a relação dos dois não é mais do que um flerte, mas sentimentos e emoções se desenvolvem em Swann de um modo inesperado. Com seu estilo único, Marcel Proust (1871-1922) conduz o leitor pelo emaranhado de sensações e sentimentos que levam o protagonista de um suave interesse por uma mulher (que, segundo ele próprio, não era seu tipo) ao inferno do ciúme. Nunca um turbilhão de sentimentos obsessivos foi tão bem descrito, e de uma maneira tão revolucionária, na literatura.

Publicado originalmente em 1913, Um amor de Swann é a segunda e autônoma parte de No caminho de Swann, primeiro dos sete volumes do monumental romance e obra-prima proustiana, Em busca do tempo perdido, considerado uma das grandes realizações da literatura modernista universal.

Esta edição da L&PM Editores espelha-se em algumas edições francesas que publicam Um amor de Swann separado de o resto de Em busca do tempo perdido, com o objetivo de disponibilizar aos leitores uma porta de entrada à obra proustiana. A tradução de Celina Portocarrero buscou preservar as ambigüidades, repetições e a sintaxe peculiar do original.

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    UM AMOR DE SWANN

  • Título Original:
    UN AMOUR DE SWANN
  • Catálogo:
    Coleção L&PM Pocket
  • Gênero:
    Literatura clássica internacional
    Romance
  • Referência:
    448
  • Cód.Barras:
    9788525414342
  • ISBN:
    978.85.254.1434-2
  • Páginas:
    246

Vida & Obra

Marcel Proust

Nasceu no bairro de Auteil, em Paris, a 10 de julho de 1871, em meio aos bombardeios da guerra franco-prussiana. Seu pai, Louis Proust, era um grande cirurgião e professor de medicina agraciado com a Legião da Honra, e sua mãe, Jane Weil, era de uma cultivada família burguesa judia parisiense. Criança de saúde frágil, Marcel estudou primeiramente no Liceu Condorcet, freqüentado por filhos de famílias ricas. Aos nove anos, manifestou a doença que o perturbaria até a morte:...

Ler mais

Opinião do Leitor

Mateus / Alagoinhas-BA

Esse livro é dos mais belos já escrito! Requinte de estilo, personagens amantes das artes, uma verdadeira viagem de paixão pela literatura. Vale a pena! Proust vai mudar seu jeito de ver os gênios, e mudar sua vida para sempre.

14/04/2009 09:57:39

Você também pode gostar


Swann – burguês ocioso, mundano e apreciador das artes – conhece Odette, uma mulher fútil e de vida duvidosa. No princípio a relação dos dois não é mais do que um flerte, mas sentimentos e emoções se desenvolvem em Swann de um modo inesperado. Com seu estilo único, Marcel Proust (1871-1922) conduz o leitor pelo emaranhado de sensações e sentimentos que levam o protagonista de um suave interesse por uma mulher (que, segundo ele próprio, não era seu tipo) ao inferno do ciúme. Nunca um turbilhão de sentimentos obsessivos foi tão bem descrito, e de uma maneira tão revolucionária, na literatura.

Publicado originalmente em 1913, Um amor de Swann é a segunda e autônoma parte de No caminho de Swann, primeiro dos sete volumes do monumental romance e obra-prima proustiana, Em busca do tempo perdido, considerado uma das grandes realizações da literatura modernista universal.

Esta edição da L&PM Editores espelha-se em algumas edições francesas que publicam Um amor de Swann separado de o resto de Em busca do tempo perdido, com o objetivo de disponibilizar aos leitores uma porta de entrada à obra proustiana. A tradução de Celina Portocarrero buscou preservar as ambigüidades, repetições e a sintaxe peculiar do original.

" />