Outros Formatos


"Não conheço nenhuma fórmula infalível para obter o sucesso, mas conheço uma forma infalível de fracassar: tentar agradar a todos. "

John F. Kennedy

OS ÚLTIMOS DIAS DE JOHN F. KENNEDY

Bill OReilly
Martin Dugard

Tradução de Otávio Albuquerque e Janaína Marcoantonio

O charme, o poder e a tragédia

John Fitzgerald Kennedy passou para a história como o homem mais poderoso do mundo que teve um caso amoroso com a sex symbol Marilyn Monroe e cuja cabeça foi alvejada em público durante um passeio em carro aberto em Dallas, Texas, em novembro de 1963. Durante muito tempo estes fatos imortalizados em imagens nublaram o entendimento sobre a vida, os desafios, as fraquezas e o real legado de Kennedy.

Neste livro, que vendeu 2 milhões de cópias nos Estados Unidos e que foi publicado em mais de vinte países, o apresentador televisivo e comentarista Bill O’Reilly e o escritor Martin Dugard recuperam a trajetória do 35º presidente americano, cujos três anos incompletos de mandato, durante a Guerra Fria, influenciaram de forma crucial a geopolítica internacional. Vemos o Kennedy jovem historiador que ganhou o prêmio Pulitzer por seu livro de perfis de políticos, o filho de saúde débil que foi alçado à carreira política pelo pai, o jovem intelectualizado que se apaixonou pela culta Jacqueline, o grande orador cujo “Não pergunte o que o seu país pode fazer por você, pergunte o que você pode fazer por seu país” seria lembrado por décadas a fio, o administrador de pouca experiência que no primeiro ano de mandato tomou uma decisão equivocada na invasão da Baía dos Porcos – quase detonando uma terceira guerra mundial –, o homem de temperamento controlado que conseguiu evitar o pior na Crise dos Mísseis de Cuba, em 1962, e o liberal que apoiou o movimento dos direitos civis num país onde ainda vigia a segregação racial e que, por outro lado, ordenou alguns dos primeiros movimentos da Guerra do Vietnã.

Num texto que se lê num só fôlego, os autores dão vida a uma época turbulenta, e é sobre o pano de fundo desse período que se ergue a figura de Kennedy por eles pintada, em toda sua humanidade.

O livro de Bill O’Reilly deu origem ao filme "Quem Matou Kennedy", em exibição no canal Nat Geo. A produção, de Ridley Scott, traz Rob Lowe no papel de JFK. Saiba mais em www.natgeo.com.br/kennedy

Ler mais

Informações Gerais

  • Título:

    OS ÚLTIMOS DIAS DE JOHN F. KENNEDY

  • Catálogo:
    Outros Formatos
  • Gênero:
    Biografias
    História Política
  • Cód.Barras:
    9788525429940
  • ISBN:
    978-85-254-2994-0
  • Páginas:
    336
  • Edição:
    outubro de 2013

Vida & Obra

Bill OReilly

Bill O’Reilly é conhecido por seu programa The O’Reilly Factor, um dos mais célebres da tevê a cabo americana e veiculado no Brasil pela Fox News. Também é colunista e autor de vários bestsellers, entre os quais Killing Lincoln (2011).

Ler mais

Martin Dugard

Martin Dugard é autor de vários livros de História que se tornaram best-sellers, alguns dos quais adaptados para a televisão. Mora na Califórnia com a mulher e os três filhos.

Ler mais

Opinião do Leitor

Seja o primeiro a opinar sobre este livro

Você também pode gostar


O charme, o poder e a tragédia

John Fitzgerald Kennedy passou para a história como o homem mais poderoso do mundo que teve um caso amoroso com a sex symbol Marilyn Monroe e cuja cabeça foi alvejada em público durante um passeio em carro aberto em Dallas, Texas, em novembro de 1963. Durante muito tempo estes fatos imortalizados em imagens nublaram o entendimento sobre a vida, os desafios, as fraquezas e o real legado de Kennedy.

Neste livro, que vendeu 2 milhões de cópias nos Estados Unidos e que foi publicado em mais de vinte países, o apresentador televisivo e comentarista Bill O’Reilly e o escritor Martin Dugard recuperam a trajetória do 35º presidente americano, cujos três anos incompletos de mandato, durante a Guerra Fria, influenciaram de forma crucial a geopolítica internacional. Vemos o Kennedy jovem historiador que ganhou o prêmio Pulitzer por seu livro de perfis de políticos, o filho de saúde débil que foi alçado à carreira política pelo pai, o jovem intelectualizado que se apaixonou pela culta Jacqueline, o grande orador cujo “Não pergunte o que o seu país pode fazer por você, pergunte o que você pode fazer por seu país” seria lembrado por décadas a fio, o administrador de pouca experiência que no primeiro ano de mandato tomou uma decisão equivocada na invasão da Baía dos Porcos – quase detonando uma terceira guerra mundial –, o homem de temperamento controlado que conseguiu evitar o pior na Crise dos Mísseis de Cuba, em 1962, e o liberal que apoiou o movimento dos direitos civis num país onde ainda vigia a segregação racial e que, por outro lado, ordenou alguns dos primeiros movimentos da Guerra do Vietnã.

Num texto que se lê num só fôlego, os autores dão vida a uma época turbulenta, e é sobre o pano de fundo desse período que se ergue a figura de Kennedy por eles pintada, em toda sua humanidade.

O livro de Bill O’Reilly deu origem ao filme "Quem Matou Kennedy", em exibição no canal Nat Geo. A produção, de Ridley Scott, traz Rob Lowe no papel de JFK. Saiba mais em www.natgeo.com.br/kennedy

" />