em 


Opções Avançadas

Entrevistas

 

03/02/2011

Adão Iturrusgarai em entrevista exclusiva sobre sua personagem Aline

Por Paula Taitelbaum

Adão Iturrusgarai já morou em Porto Alegre, Paris, São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires e Patagônia. Atualmente, vive em Punta del Leste, no litoral uruguaio. E foi de lá, por email, que ele respondeu algumas perguntas sobre Aline que, adaptada pela Rede Globo, começa sua nova temporada na TV em 07 de fevereiro. Aline, a personagem que surgiu em 1996, nas tiras que Adão publicava (e ainda publica) na Folha de S. Paulo. Para a L&PM, o cartunista está preparando novos livros, entre eles, uma publicação colorida e em formato convencional que oferecerá uma coletânea de tiras especialmente escolhidas por ele. Vale a pena ler a entrevista. Talvez você se divirta tanto quanto se diverte lendo a Aline. Se é que isso é possível...

L&PM: Em quem você se inspirou para criar a Aline? Em alguma antiga namorada?

Adão Iturrusgarai: Eu poderia dizer que ela foi inspirada em uma ovelha que conheci na minha adolescência, mas não estou aqui para piadinhas infames. Aline não é inspirada em uma pessoa em especial. Acho que é uma coleção de pessoas: amigos, amigas, conhecidos. Pessoas que passaram e repassaram pela minha vida. Vidas que vi pela TV, em livros, no cinema.... acho que ela é meio um mosaico.

L&PM: Você já dividiu uma namorada com outro cara?

Adão: Várias vezes. O problema era na hora de decidir quem ficava com a metade de cima e quem ficava com a metade de baixo.

L&PM: Há um pouco (ou um tanto) de Aline em todas as mulheres?

Adão: Muitas mulheres se identificam com Aline. Então acho que isso é verdade. Há um pouco de Aline nos homens também. Ambos os sexos têm muitas coisas em comum, nao?

L&PM: Aline começou a ser publicada na L&PM na década de 90, de lá pra cá, o que mudou nela?

Adão: O cabelo dela mudou várias vezes. Ela ficou mais magrinha, mais nariguda... Coisas da idade, he he. Acho que o desenho e as piadas mudaram. Isso faz parte de uma evolução no meu trabalho. O desenho ficou mais solto e menos redondo. Isso me agrada muito. Não gosto de ver as tiras antigas. Acho que as séries mais recentes da Aline são mais consistentes, mais maduras.

L&PM: O que você sente pela Aline? Amor? Atração? Amizade?

Adão: Um carinho enorme, quase de pai, digamos. Atualmente não desenho muitas tiras com a personagem, mas quando revejo seus desenhos me dá vontade de voltar a desenhá-la mais vezes.

L&PM: Se você fosse mulher, você seria como a Aline?

Adão: Pode ser. Só que um pouco mais peituda e mais vagabunda... se é que isso é possível.

L&PM: Atualmente, você pensa na Aline todos os dias ou só de vez em quando?

Adão: Mais ou menos uma vez por semana. Aí vou correndo ao banheiro...

L&PM: Se pudesse definir a Aline em apenas três adjetivos, quais seriam?

Adão: Resolvida, divertida e moderna.

L&PM: Como é ver a Aline adaptada para a televisão?

Adão: As negociações foram muito complicadas e no início fiquei temeroso com o resultado. Foi meio estranho ver minhas piadas na TV e um visual que não conferia com meu desenho. Por outro lado, me sentia emocionado ao ver toda aquela gente (equipe, atores) mobilizados em torno das bobagens que escrevi. Mas só relaxei depois que me dei conta que a Aline da TV não era mais minha e sim da Rede Globo, fruto da cabeça um diretor e uma equipe de redatores. Vendo a minissérie desse ponto de vista, me senti mais relaxado.

L&PM: Qual o futuro de Aline? Se é que ela tem futuro...

Adão: Putz! Não sou capaz de imaginar o futuro. Mas se você quiser posso prever o passado.

L&PM: O que você gostaria de dizer para a Aline que nunca disse em público?

Adão: ALINE, JÁ PRA CAMA!!!

 

Gostou do Adão e da Aline? Veja aqui os livros que a L&PM publica de Aline e assista a um documentário do Uol sobre a vida e a obra do cartunista:

 

voltar ir para o topo   imprimir página
 

Home    Quem Somos    Notícias    Mapa do Site    Fale Conosco    Podcast L&PM

Rua Comendador Coruja, 314 - Fone: (51) 3225.5777 - Fax: (51) 3221.5380 - Porto Alegre/RS - CEP 90220-180
Alameda Santos, 1470, cj 310 - Cerqueira César - Fone: (11) 3578.6606 - São Paulo/SP - CEP 01418-903

© 2003-2019 Publibook Livros e Papeis Ltda. - CNPJ 87.932.463/0001-70 - Powered by CIS Manager   Desenvolvido por Construtiva