em 


Opções Avançadas

Notícias

 

28/09/2011

Dois livros, duas famílias, duas oportunidades de se encontrar com Agatha Christie

Por L&PM Editores

Dois novos livros de Agatha Christie acabam de chegar: Encontro com a morte e A casa torta. Ambos trazem assassinatos que ocorrem dentro de diferentes núcleos familiares. Em encontro com a morte é a família Boynton. Em A casa torta, a família Leonides.

Em Encontro com a morte, o exótico Oriente Médio é cenário da trama que começa com Hercules Poirot escutando por acaso parte de um diálogo:"Você entende que ela tem de ser assassinada, não entende?". Consciente da gravidade da situação, Poirot esperará o momento certo para investigar o caso. Enquanto isso, uma família de turistas americanos chama atenção por onde passa. A matriarca, Mrs. Boynton, parece exercer um estranho domínio sobre os filhos, criando um clima de tensão que beira o sadismo. Uma jovem e curiosa médica se verá atraída por esse núcleo familiar - sem imaginar as consequências deste ato. Quando a situação parece ter fugido ao controle, Poirot compreende o verdadeiro significado do diálogo e o leitor é conduzido a um magistral desfecho. Publicado originalmente no dia 2 de maio de 1938, em Encontro com a Morte, a escritora cria um desafio técnico. A investigação acontece em apenas 24 horas, não há impressões digitais ou pessoas estranhas. Somente Poirot e os suspeitos.

A casa torta se passa em Londres, em uma mansão que possui uma inusitada característica: ela é torta. É ali que o milionário octogenário Aristide Leonides mora com a esposa, cinquenta anos mais jovem, além de filhos, noras, netos e uma cunhada, irmã da primeira mulher. Quando a polícia descobre que o patriarca foi envenenado, todos os habitantes da casa se tornam suspeitos, e a discórdia passa a imperar entre os membros da família – sobretudo, olhares desconfiados recaem sobre a jovem viúva. A neta mais velha de Aristide, Sophia, junta-se ao namorado para tentar chegar ao fundo do mistério sobre a morte do avô. Muito mais que um romance policial, A casa torta foi considero pela própria Agatha Christie como um de seus melhores livros. “A casa torta foi puro prazer. Muitas vezes me pergunto se os leitores conseguem identificar quando um livro foi resultado de um trabalho árduo ou um deleite. (...) quase todo mundo gostou de A casa torta, o que corrobora minha crença de que se trata de um dos meus melhores livros. Não sei como a família Leonides me veio à cabeça – ela simplesmente veio. Então seus membros adquiriram vida própria e cresceram.” escreveu a Rainha do Crime em texto que está no prefácio do livro.

 

voltar ir para o topo   imprimir página
 

Home    Quem Somos    Notícias    Mapa do Site    Fale Conosco    Podcast L&PM

Rua Comendador Coruja, 314 - Fone: (51) 3225.5777 - Fax: (51) 3221.5380 - Porto Alegre/RS - CEP 90220-180
Alameda Santos, 1470, cj 310 - Cerqueira César - Fone: (11) 3578.6606 - São Paulo/SP - CEP 01418-903

© 2003-2021 Publibook Livros e Papeis Ltda. - CNPJ 87.932.463/0001-70 - Powered by CIS Manager   Desenvolvido por Construtiva