em 


Opções Avançadas

Vida & Obra

 

Livros do Autor



CASA DE PENSÃO

Aluísio Azevedo

Coleção L&PM Pocket
Ref. 177
394 páginas
ISBN 978.85.254.0947-8

R$18,90



NEOLEITORES – O CORTIÇO

Aluísio Azevedo

Outros Formatos
56 páginas
ISBN 978.85.254.1612-4

R$14,00



O CORTIÇO

Aluísio Azevedo

Coleção L&PM E-books
Formato ePub
ISBN 978.85.254.2542-3

R$5,00



O CORTIÇO

Aluísio Azevedo

Coleção L&PM Pocket
Ref. 103
272 páginas
ISBN 978.85.254.0917-1
Também em e-book

R$18,90



O MULATO

Aluísio Azevedo

Coleção L&PM Pocket
Ref. 96
390 páginas
ISBN 978.85.254.0828-0

R$17,90

Aluísio Azevedo

Aluísio Azevedo nasceu em São Luís do Maranhão, em 1857. Contrariando a vontade paterna, que era vê-lo comerciante, viaja, aos 17 anos, para o Rio de Janeiro e começa a estudar pintura na Academia Imperial de Belas Artes. Logo passa a colaborar, com caricaturas e poesias, em jornais e revistas. Com a morte do pai em 1878, é obrigado a retornar a São Luís, onde, em 1880, lança o romance Uma Lágrima de Mulher, exageradamente sentimental, em estilo romântico. Fortemente influenciado pelas leituras de Eça de Queiroz e de Émile Zola, que lhe apontam um novo caminho, publica em 1881 O Mulato, obra que inaugura o Naturalismo na literatura brasileira. Por tratar-se de um libelo contra a vida e os costumes maranhenses no período abolicionista, o romance provoca violenta reação da sociedade provinciana e do clero, coagindo-o a voltar para o Rio de Janeiro, onde passa a viver da literatura, publicando romances, escrevendo folhetins e contos em jornais e redigindo peças teatrais. Em 1895, ao ingressar na carreira diplomática, abandona a literatura. Esteve, a serviço do Brasil, na Espanha, no Japão, no Uruguai, na Inglaterra, na Itália, no Paraguai e na Argentina, onde morreu em 1913.

Na carreira literária de Aluísio Azevedo, podemos distinguir duas posições estéticas simultâneas: de um lado, os romances românticos, que o próprio autor chamava de "comerciais", destinados a alimentar os jornais e a agradar a um público acostumado aos sentimentalismos e às extravagâncias da moda; de outro, os romances "artísticos", em que o autor adere ao espírito naturalista, produzindo verdadeiras obras-primas. À linha folhetinesca pertencem Memórias de um Condenado, Girândola dos Amores, Filomena Borges, entre outros. À linha artística pertencem os romances maiores de Aluísio: O Mulato, Casa de Pensão e O Cortiço. Escreveu também O Coruja, O Homem e o Livro de Uma Sogra.

Há nas principais obras do autor uma preocupação constante com a denúncia de situações sociais desumanas e injustas, que o tornam, acima de tudo, um romancista social.

Texto extraído de O cortiço (L&PM POCKET, v. 103)

Opinião do Leitor

"Amei ler O Cortiço, uma obra muito envolvente e, de boa narrativa."

Bárbara Marques
Recife/PE

"adorei ler o cortiço
"

marcelma da silva bezerra
cajazeiras

"Demais! Eu gostei muito desse livro."

Elisama
Paraíba

voltar ir para o topo   imprimir página
 

Home    Quem Somos    Notícias    Mapa do Site    Fale Conosco    Podcast L&PM

Rua Comendador Coruja, 314 - Fone: (51) 3225.5777 - Fax: (51) 3221.5380 - Porto Alegre/RS - CEP 90220-180
Alameda Santos, 1470, cj 310 - Cerqueira César - Fone: (11) 3578.6606 - São Paulo/SP - CEP 01418-903

© 2003-2019 Publibook Livros e Papeis Ltda. - CNPJ 87.932.463/0001-70 - Powered by CIS Manager   Desenvolvido por Construtiva