em 


Opções Avançadas

Vida & Obra

 

Livros do Autor



DO AMOR

Stendhal
Tradução de Herculano Villas-Boas

Coleção L&PM Pocket
Ref. 610
328 páginas
ISBN 978.85.254.1645-2

R$24,90



O VERMELHO E O NEGRO

Stendhal
Tradução de Paulo Neves

Coleção L&PM Pocket
Ref. 300
528 páginas
ISBN 978.85.254.1162-4

R$32,90



O VERMELHO E O NEGRO

Stendhal

Tradução de Paulo Neves

Outros Formatos
Formato 16x23
432 páginas
ISBN 978-85-254-2942-1
Também em e-book

R$44,90



O VERMELHO E O NEGRO

Stendhal


Tradução de Paulo Neves

Coleção L&PM E-books
Formato ePub
ISBN 978.85.254.3032-8

R$19,90



VIDA DE MOZART, A

Stendhal
Tradução de Marcos Santarrita

Coleção L&PM Pocket
Ref. 167
84 páginas
ISBN 85.254.0995-2

Esgotado

Stendhal

Marie Henri Beyle, mais conhecido como Stendhal (Grenoble, 23 de janeiro de 1783 – Paris, 23 de março de 1842) notabilizou-se como romancista e crítico. Seu estilo, ao contrário do excesso de ornamentos, valorizava o perfil psicológico dos personagens, a interpretação de seus atos, sentimentos e paixões. Seus romances mais conhecidos são: Do amor (1822), O vermelho e o negro (1831) e A cartuxa de Parma (1839), obras de notável análise psicológica, escritas todas elas com uma precisão e uma nudez simultaneamente naturais e intencionais. As duas últimas podem ser chamadas de novelas de aprendizagem, e compartilham de rasgos românticos e realistas; nelas aparece um novo tipo de herói, tipicamente moderno, caracterizado por seu isolamento da sociedade e seu confronto com suas convenções e ideais, no que muito possivelmente se reflete em parte a personalidade do próprio Stendhal.

Como crítico, escreveu: História da pintura na Itália (1817); Roma, Nápoles e Florença (1817) e as vidas de Mozart, Napoleão, Rossini, entre outros. Stendhal seguiu a princípio a carreira comercial e empreendeu em 1814 uma viagem de estudo pela Itália. Dândi afamado, freqüentava os salões de maneira assídua, enquanto sobrevivia com os redimentos obtidos com suas colaborações em algumas revistas literárias. Em 1821 foi expulso de Milão, suspeito de estar filiado a um clube de carbonários. Regressando a Paris, onde seu nome era, então, já citado com respeito, aí permaneceu até que foi nomeado cônsul em Trieste e depois em Civita Vechia, posto que ocupava quando faleceu em decorrência de um ataque de apoplexia.

Vídeos Relacionados

Opinião do Leitor

"Não conhecia esse grande romancista,vi em uma livro e fiquei supér curiosa pra saber quem era e acabei por pesquisar seu nome na internet e conhece várias obras suas que me encantei muito são lindas !!"

Maria josé
ceará

voltar ir para o topo   imprimir página
 

Home    Quem Somos    Notícias    Mapa do Site    Fale Conosco    Podcast L&PM

Rua Comendador Coruja, 314 - Fone: (51) 3225.5777 - Fax: (51) 3221.5380 - Porto Alegre/RS - CEP 90220-180
Alameda Santos, 1470, cj 310 - Cerqueira César - Fone: (11) 3578.6606 - São Paulo/SP - CEP 01418-903

© 2003-2019 Publibook Livros e Papeis Ltda. - CNPJ 87.932.463/0001-70 - Powered by CIS Manager   Desenvolvido por Construtiva