Notícias


"Sob o domínio do medo"

05/02/2008

- Por L&PM Editores

A inocência cruel das criancinhas permeia a narrativa de Marcas de nascença, 11º romance da escritora canadense Nancy Huston. Lançado na França em 2006 e vencedor do Prêmio Femina desse mesmo ano, este é o primeiro livro da autora a ser traduzido no Brasil, em lançamento recente da editora L&PM.

A partir do olhar de quatro crianças, o romance conta a saga de uma família judia, cuja história é narrada de trás para frente: começa em 2004, na Califórnia (EUA), e vai saltando décadas, até chegar à Alemanha, durante os últimos anos da Segunda Guerra Mundial.

Quatro narradores distintos conduzem Marcas de nascença. Todos são crianças de seis anos que têm em comum os laços de sangue e um sinal de nascença, que varia de tamanho e localização no corpo, cujo segredo será revelado no final do livro (na verdade, o início da história).

Confira a matéria na íntegra em formato PDF: